Polícia Civil indicia homem por estupro de vulnerável contra a sobrinha

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu, nessa quinta-feira, 01, inquérito policial que investigou crime de estupro de vulnerável em Carmo do Rio Claro, Sul de Minas. O tio da vítima, um homem de 31 anos, é suspeito de cometer abuso sexual contra a sobrinha da companheira dele, uma adolescente de 12 anos.

As investigações tiveram início por meio de ofício encaminhado pelo Conselho Tutelar, após provocação da avó da vítima, relatando que a adolescente teria sofrido violência sexual por parte do suspeito. A avó teria ficado sabendo recentemente dos abusos sofridos pela vítima.

Segundo apurado, os abusos aconteciam desde quando a vítima tinha 6 anos de idade. A adolescente e o suspeito moravam em casa ao lado uma da outra e os abusos ocorriam, na maior parte das vezes, na casa do indiciado.

Investigações apontam que os abusos consistiam em toques íntimos e demais atos libidinosos, sem penetração ou vestígios.

Além disso, o suspeito ameaçava a vítima para que ela não relatasse os abusos, “ficaria sem ninguém”, conforme declaração da própria adolescente. Por isso, ela tinha medo de denunciá-lo.

O inquérito foi encaminhado à Justiça, com o devido indiciamento do suspeito. As investigações foram conduzidas pela Delegacia de Polícia Civil em Carmo do Rio Claro.

Postado originalmente por: Portal Onda Sul – Carmo do Rio Claro

%d blogueiros gostam disto: