Prefeitura de Extrema lança plano de controle para retomada do turismo

A Prefeitura de Extrema divulgou nesta quarta-feira (1º) um plano de controle para a retomada do turismo na cidade. O município lidera o número de casos de Covid-19 na região. Até o momento, são 347 confirmados, com cinco mortes.

Organizado por setores, o plano apresenta ações e procedimentos mínimos necessários para garantir a segurança de trabalhadores, turistas e visitantes durante a pandemia da Covid-19.

Conforme o plano, poderão ser retomadas de forma gradual e monitorada, os setores de hospedagem, atrativos turísticos, transporte turístico, agências de viagens e operadoras, restaurantes e eventos em espaços turísticos.

O plano estabelece ainda um decreto municipal com seis tipos de protocolos de segurança sanitária para esses empreendimentos e a reabertura gradativa deles em quatro etapas. Segundo a prefeitura, a progressão será feita de acordo com os indicadores da Secretaria de Saúde e com a capacidade de carga de cada empreendimento.

Também serão lançados os selos “Turismo Seguro”, para estabelecimentos turísticos e “Produto Legal”, para os trabalhos artesanais da cidade. Segundo a prefeitura, com esses selos, as empresas e produtores associados ao turismo vão garantir que suas atividades e produtos atendem aos requisitos de limpeza e segurança sanitária de produtos e empreendimentos turísticos da cidade.

Regras para hospedagem e atrativos
Para poder retomar as atividades, hotéis, hostels, pousadas, albergues e similares, por exemplo, vão poder funcionar em quatro etapas. Na primeira e na segunda, eles só podem funcionar com 50% da capacidade de leitos. Na 3ª etapa, 75% e na etapa 4, 100%.

Os estabelecimentos terão que optar por um dos grupos da classificação de peril de hóspede do serviço de hotelaria:

Grupo 1 – Hospedes pertencentes ao grupo de risco
Grupo 2 – Demais hóspedes
Grupo 3 – Hóspedes que sejam profissionais de saúde e pessoas com contato com quem teve diagnóstico confirmado de Covid-19
Grupo 4 – Hóspedes com suspeita ou diagnóstico confirmado da doença
Cada estabelecimento poderá hospedar apenas um dos grupos.

Já os atrativos turísticos culturais só poderão ser reabertos a partir da etapa 2, mediante cumprimento dos protocolos de segurança sanitária. Entre elas, estão a medição de temperatura de visitantes, distanciamento em filas e montagem de barreira sanitária nas entradas, com tapete sanitizante.

Já nos atrativos naturais, como parques, cachoeiras, trilhas, mirantes, pedras e rios, em uma primeira etapa não será permitida realização de atividades. Na etapa 2, será permitida 30% de carga; na 3, 50% e na última etapa, 100%.

 

Fonte: G1 /  Foto: Arquivo G1 / Daniela Ayres

O post Prefeitura de Extrema lança plano de controle para retomada do turismo apareceu primeiro em .

Postado originalmente por: Portal Onda Sul – Carmo do Rio Claro

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: