Jovem sete-lagoano vai cursar medicina na Rússia

Pablo Henrique Silva Prado,18, embarca no mês de fevereiro para iniciar os estudos em uma das melhores universidades do país europeu 

 

Em fevereiro, cerca de 20 jovens de todo o Brasil embarcam com destino à Rússia para realizar um sonho: estudar medicina. Com apoio da Aliança Russa, o grupo ingressou na Universidade Médica Estatal de Kursk, cidade situada a 532 km ao sul de Moscou.

Pablo Henrique Silva Prado,18, faz parte desta seleta lista. Natural de Sete Lagoas (MG), o jovem conta que sempre quis fazer medicina. “Nunca nem cheguei a pensar em outro curso. Além disso, desde o primeiro ano do Ensino Médio, tenho esse pensamento de estudar fora. Por meio de uma pesquisa realizada junto com um amigo, conheci a Universidade Médica Estatal de Kursk e também a Aliança Russa”, diz.

A Aliança é representante oficial das principais universidades russas no Brasil desde 2005. Seu trabalho consiste na seleção dos candidatos, no processo de orientação da faculdade, no recolhimento da documentação necessária para permanência legal do estudante na Rússia, na obtenção da vaga, inscrição na universidade e na assessoria durante a viagem.

Quando decidiu optar pelo curso no país europeu, sua família ficou reticente com a ideia. “Foi um trabalho de convencimento que durou cerca de três meses, mas deu tudo certo. Eles, inclusive, já estão planejando fazer uma viagem para Kursk ainda em 2020”, afirmou.

Sobre as diferenças culturais, Pablo acredita que não terá problemas. “Não tenho dificuldades para me adaptar e também gosto de novas experiências. É um passo que estou planejando há tempos e estou bem preparado. Mesmo assim, com a proximidade do embarque, a ansiedade só aumenta”, pontua Pablo, que deseja seguir no exterior após a conclusão da graduação.

Antes do curso, com duração de seis anos e ministrado totalmente em língua inglesa, o aluno vai passar pela faculdade preparatória, onde vai aprender Física, Química, Biologia e Inglês. Além disso, também terá aulas de russo para comunicação com os locais. As classes acontecem na própria universidade.

Baixo custo

A questão do custo também é um chamariz para estudantes brasileiros. Isso porque o governo local subsidia os alunos estrangeiros que vão para o país estudar, o que diminui consideravelmente os custos. O semestre sai por aproximadamente US$ 3100 (cerca de R$ 2.170 por mês, considerando o câmbio do dia 20 de janeiro. O valor é fixo até o aluno se formar), incluindo hospedagem e seguro médico. Valor muito inferior ao cobrado no Brasil.

A alta qualidade do ensino da instituição é comprovada pela taxa de alunos brasileiros que são aprovados em sua primeira tentativa no Revalida, Sistema de Revalidação de Diplomas Médicos, para atuar no Brasil. Cerca de 80% dos estudantes obtém o registro no Conselho Regional de Medicina, no mesmo ano em que chegam.

Oportunidade

Aos interessados em estudar medicina na Rússia e tirar o diploma no exterior, as inscrições para a turma da Faculdade Preparatória de Kursk de abril de 2020 e para o segundo semestre na Universidade Médica Estatal de Kursk já estão abertas. Para mais informações, entre em contato com a Aliança Russa:

Serviço:

Aliança Russa de Ensino Superior
Edif. Prime Office Park

Telefone: (11) 4551-3836

www.aliancarussa.com.br

Linhas Comunicação

www.linhascomunicacao.com.br

Postado originalmente por: Portal Sete

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: