DNIT anuncia intervenções paliativas no perímetro urbano da BR-116

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, DNIT, finalmente se manifestou de forma mais concreta sobre as intervenções tão aguardadas pela população no trecho da BR-116 que corta Caratinga. As medidas ainda serão paliativas, mas espera-se que contribuam para a diminuição de acidentes com condutores e pedestres.

O supervisor do DNIT, engenheiro Robson Carlindo Santana, chamou a imprensa na tarde de hoje (08) para falar sobre os trabalhados que devem começar em 20 dias. Ele assumiu a supervisão da área que inclui Caratinga há apenas três meses e se mostrou interessado em tomar providências quanto aos transtornos verificados no perímetro urbano da rodovia.

Primeiro ele explicou o que está sendo planejado para o cruzamento de acesso ao bairro Esplanada – um dos mais movimentados do trecho e onde ocorrem acidentes frequentemente.


O agente de trânsito do DNIT Adriano Panatiere está fazendo os estudos do trânsito e acrescenta informações sobre as mudanças que podem ocorrer no cruzamento do bairro Esplanada.

 

Outra alteração significativa que pode ser feita após as avaliações é o fechamento do cruzamento em frente à Engelmig – ponto crítico de travessia também responsável por muitos acidentes. O engenheiro do DNIT Robson Carlindo explicou que a intenção é prolongar o canteiro central daquele ponto até os postos Caratinga e São Rafael.

Campanhas de trânsito serão iniciadas em breve a título de orientação quando as alterações estiverem definidas

Não há previsão de instalação de semáforos. De acordo com o engenheiro, esta solução não é viável para o volume de tráfico e a configuração do trânsito em Caratinga. Os semáforos, segundo afirmou, provocariam engarrafamento e até poderiam favorecer colisões.

As intervenções que serão feitas em breve são para amenizar os transtornos do trecho, como disse Robson Carlindo. O projeto definitivo, que solucionaria os problemas da forma técnica mais apropriada, está sendo discutido em Brasília, pois a execução depende de orçamento do Governo Federal. Caso ele seja aprovado, é possível que as obras aconteçam em 2019.

 

RESUMO DAS ALTERAÇÕS ESTUDADAS PARA A BR-116 

Medida: Prolongar canteiro central do ponto em frente ao “Roberto Seguros” até o posto Caratinga

Objetivo: Evitar acidentes hoje provocados por quem faz a conversão errada

Medida: Redutores de velocidade

Objetivo: Facilitar acesso à rodoviária com segurança

Medida: Retorno em frente à Engelmig será feito à esquerda da faixa e diminuição do canteiro central

Objetivo: Evitar acidentes no cruzamento

Medida: Possibilidade de criação de rotatória no bairro Esplanada

Objetivo: Evitar acidentes no cruzamento das quatro pistas

OBS.: Estudos estão sendo feitos para avaliar as possibilidades de intervenção neste local

Postado originalmente por: Rádio Cidade – Caratinga / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: