Moradores de Inhapim são presos após abate de gado furtado em Bugre

Geraldo Anísio de Souza, de 68 anos, e Maria Lúcia de Almeida, de 38, ambos moradores de Inhapim, foram presos em flagrante com quase 80 quilos de carne de um boi abatido na zona rural de Bugre. O crime ocorreu na fazenda Nova Era e acabou descoberto pelo dono da propriedade rural.

Acionada, a polícia esteve no local, onde recolheu uma embalagem para acondicionar sacolas plásticas e, nela, uma etiqueta de uma mercearia de Inhapim. Testemunhas também garantem ter visto Maria Lúcia em um comércio, na noite do furto do gado. Ela estava em companhia de Geraldo, em uma picape Fiat Strada. 

Os militares, com o apoio de policiais civis de Inhapim, conseguiram encontrar o estabelecimento onde teria sido vendida a sacola encontrada no local do abate. Em seguida, eles foram até a casa de Maria Lúcia, onde encontraram ferramentas e roupas sujas de sangue. Parte da carne estava na geladeira da residência. Diante dos fatos, Maria Lúcia confessou ter comprado a carne de Geraldo Anísio para fazer a festa de aniversário da filha.

Já na casa de Geraldo, foi encontrada a picape com a carroceria ainda com sangue do animal abatido e 40 quilos de carne, que ele disse ter comprado de um homem identificado como Aldair José de Oliveira, de 39 anos. Ele seria o responsável pelo abate da novilha.

Ainda segundo apurado pela polícia, a carne foi dividida na casa de Geraldo entre os três envolvidos, contudo Aldair ainda não foi localizado. Maria Lúcia e Geraldo foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil. A carne furtada ficou sob a guarda do dono do animal abatido, até decisão da Justiça em relação ao caso.

*Fotos: Diário do Aço.

 

Postado originalmente por: Rádio Cidade – Caratinga / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: