PM estuda implantar sala de registro de ocorrências na rodoviária de Caratinga

O Major da Polícia Militar, Márcio Roberto de Souza, participou da reunião dessa terça-feira (02) da Câmara Municipal de Caratinga para apresentar a proposta de policiamento para o terminal rodoviário. Na sessão da semana passada os vereadores aprovaram em primeira discussão a proibição da venda de bebida alcoólica no período de 18h às 6h no local. De acordo com o major, a medida é muito bem vista, porque acaba com um dos atrativos que têm causado transtornos no terminal.

De acordo com o major, a polícia não pode monitorar o local 24h por dia, mas está sendo estudada a implantação definitiva de uma sala para registro de ocorrências do município de Caratinga e cidades vizinhas no térreo da rodoviária. Isso tornaria a presença da PM constante e inibiria boa parte dos delitos.

Além dos problemas eventuais ocasionados pelo consumo de álcool por cidadãos, em trânsito ou não, o Terminal Rodoviário de Caratinga se tornou, nos últimos anos, ponto de concentração de andarilhos. Eles são flagrados a qualquer hora do dia ou da noite em situações que vão da inconveniência à prática de crimes. São cenas de sexo explícito, brigas e até agressões, algumas delas já tendo resultado em morte.

O trabalho da polícia e demais autoridades esbarra no fato de que os abusos, em maior frequência, ocorrem do lado de fora do terminal, em via pública, e só são denunciados e passíveis de intervenção a partir de denúncias específicas.

O projeto de lei que proíbe a venda de bebida alcoólica, proposto pelo vereador Johny Claudy, ainda tramita no legislativo.

Postado originalmente por: Rádio Cidade – Caratinga / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: