Polícia Civil interrompe esquema de falsificação de documentos de transferência de veículos

Um despachante de Caratinga e um falsário de Inhapim foram presos em flagrante pela polícia civil por falsificação de documentos públicos. De acordo com as investigações, Marco Antônio Pinto, 41 anos, o “Marquinho despachante”, e Afonso Cláudio Vieira, 40 anos, o “Afonso do jornal”, apresentaram documentos com assinaturas e carimbos falsos para transferência de veículos no Detran de Caratinga.

 

Segundo o delegado Luiz Eduardo Gomes, os funcionários do Detran estranharam o fato de que vários documentos apresentados por Marquinho, em Caratinga, eram de pessoas que moravam em cidades distantes. Esta suspeição e outras evidências de irregularidades, apuradas com a colaboração dos cartórios da cidade, deram origem a quatro inquéritos. Nessa terça-feira, Marquinho e Afonso acabaram presos.


Marquinho foi preso em seu escritório, em Caratinga. Afonso foi detido em Inhapim, onde mora. Ele seria o encarregado de falsificar os documentos e, segundo o delegado Luiz Eduardo, o método de falsificação era sofisticado.

 

 O delegado explica quais eram os objetivos desta operação criminosa que estava em prática desde o início deste ano.

As investigações continuam e ainda é preciso apurar o grau de participação de outras pessoas nas fraudes.

Segundo a polícia, seis documentos comprovadamente falsos foram apresentados na delegacia de Caratinga.

Postado originalmente por: Rádio Cidade – Caratinga / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: