Prefeituras da região se adequam para contornar a crise suspendendo alguns serviços

Um panorama foi levantado, pelo Jornal da 89, da situação das prefeituras na microrregião de Caratinga. Entramos em contato com algumas delas e a situação não é muito diferente de um município para outro. A regra tem sido priorizar alguns atendimentos e suspender alguns serviços até a normalização do abastecimento de combustíveis.

Em São Domingos das Dores, o chefe de gabinete da prefeitura, João Gualberto Gonçalves, explica como o município está tentando contornar este momento de crise:


O chefe de gabinete de São Sebastião do Anta, Ailton Martins Vieira, recomenda que pacientes da hemodiálise se hospedem em Caratinga, onde é feito o atendimento, já que não há combustível disponível para as viagens.

O prefeito de Inhapim, Márcio Elias, disse que o município está priorizando o atendimento da saúde.

Em Ubaporanga não há coleta de lixo, as aulas foram interrompidas e os carros da saúde só atendem urgência e emergência. Em Piedade de Caratinga, os atendimentos na saúde estão concentrados na urgência e emergência, a limpeza pública será feita até este sábado e as aulas na rede municipal serão suspensas a partir de segunda-feira.

Alguns serviços também estão sendo priorizados em Santa Bárbara do Leste, como transporte para tratamento oncológico, para hemodiálise e atendimentos de urgência e emergência. Os serviços nos postos de saúde estão prejudicados, pois alguns profissionais não conseguem chegar ao município. A coleta de lixo está mantida de forma reduzida em Santa Bárbara e o transporte escolar, assim como as aulas na rede municipal de ensino serão interrompidas na segunda-feira.

Em Caratinga, as ambulâncias só atendem urgência e emergência, e a coleta de lixo foi interrompida a partir desta sexta-feira. Isso significa que cerca de 45 toneladas de lixo não serão recolhidas pelos caminhões da prefeitura e o secretário de Serviços Urbanos e Meio Ambiente, Jaider Pascoaline, pede a colaboração da população.

Na área da educação, a Secretaria de Estado decidiu interromper as aulas na rede estadual até que a situação se normalize. As escolas estaduais de Caratinga já não receberam os alunos nesta sexta-feira (25). Mas na rede municipal de ensino houve aula, em Caratinga, com exceção das escolas afetadas pela paralisação do transporte escolar – o que ocorre especialmente na zona rural. A manutenção das aulas na rede municipal não está garantida para a próxima semana.

Postado originalmente por: Rádio Cidade – Caratinga / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: