Vereador preso Ronilson Marcílio não assina notificação da CPP

Os vereadores de Caratinga se reuniram mais uma vez na noite dessa terça-feira (31). Em meio à discussão de projetos, os vereadores falaram sobre o andamento das investigações da Comissão Parlamentar Processante, CPP, que investiga possível quebra de decoro do vereador Ronilson Marcílio.

O vereador Diego Oliveira, que apresentou denúncia em nome do Partido Social Democrático, informou que a comissão tentou notificar Ronilson para que ele apresente sua defesa. Mas o vereador, detido no presídio de Caratinga por crime de extorsão, se recusou a assinar o documento.


Apesar da recusa de Ronilson, o presidente da CPP, vereador Sebastião Guerra, disse que os trabalhos não serão prejudicados.

O vereador Ronilson Marcílio está detido desde dezembro de 2016 no presídio de Caratinga depois de ser acusado de extorsão contra o padre José Nogueira, ex-provedor do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. Ronilson foi sentenciado em primeira instância a cinco anos e quatro meses de prisão em regime semiaberto.

Postado originalmente por: Rádio Cidade – Caratinga / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: