Após anúncio de lucro de R$ 5 bilhões do Bradesco, bancários protestam contra demissões em Uberaba

Fotos/Jairo Chagas

Sindicato dos Bancários de Uberaba realizou nova manifestação contra demissões no Banco Bradesco. O protesto marca o Dia Nacional de Lutas contra Demissões, que aconteceu simultaneamente nesta quinta-feira, dia 28 de outubro, em todo país. Em Uberaba, as atividades nas duas agências ficaram paralisadas até o meio-dia e, foram fixados vários cartazes da campanha, na porta de cada uma delas, contra as demissões.

De acordo com o presidente do sindicato, Diego Bunazar, banco já demitiu, somente em Uberaba, nove bancários, em meio a pandemia e, ainda há atraso nas rescisões. Este número, segundo o dirigente, representa o encerramento de uma agência pequena. Em todo país, ele informa que houve a demissão de cerca de 1.200 funcionários, quebrando o compromisso que o banco assumiu entre março e abril de manter os empregos durante a pandemia. 

Além disso, ele informa que mobilização acontece um dia depois do anúncio do lucro trimestral de R$ 5 bilhões do Bradesco. “É uma vergonha uma empresa lucrativa, em um momento de crise financeira provocada pela pandemia, promover demissões”, dispara.

Para ele, o Bradesco deveria colocar em prática sua responsabilidade social, de preservar os empregos e ainda aumentar o quadro de pessoal, mas o que se vê são ações que prejudicam a qualidade do atendimento e aumentam a sobrecarga de trabalho dos bancários que permanecem em atividade. “Em breve, os clientes devem sentir esta queda na qualidade do atendimento”, finaliza.

 

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: