Aulas na rede municipal são suspensas a partir de quinta

As aulas na rede municipal de ensino foram suspensas em Uberaba a partir desta quinta-feira (19). A informação foi confirmada à reportagem da Rádio JM pela assessoria de comunicação da Prefeitura de Uberaba. As aulas na rede estadual e em algumas das principais instituições de Ensino Superior já haviam comunicado as suspensões; a primeira delas foi a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), no domingo à noite

Liminar determina afastamento de professores das escolas particulares

Após reunião do Comitê Estratégico Municipal Coronavírus (comitê técnico e de gerenciamento de crises), nesta manhã, ficou definido que as aulas ficarão suspensas na rede municipal nesta quinta e sexta-feira e também na segunda e terça da semana que vem. Ou seja: entre 19 e 24 de março. A medida foi tomada para que as diretoras possam passar por reuniões que traçarão as estratégias a serem adotadas nas escolas.

A reunião nesta manhã contou com a presença do Procurador do Ministério Público Federal, Thales Messias Pires Cardoso, da promotora Cláudia Alfredo Marques Carvalho, titular da Coordenadoria Regional das Promotorias de Justiça de Defesa da Saúde da Macrorregião Sanitária Triângulo do Sul, dos reitores das universidades que contam com curso de Medicina e com os infectologistas que integram o comitê técnico.

Segundo explicou a assessoria de imprensa da Prefeitura, a decisão foi tomada devido à preocupação social. “Nós temos alunos que precisam ir à escola, inclusive para se alimentarem, nós temos situações em que a mãe é arrimo de família e os filhos estudam em tempo integral. Como essa mãe vai fazer o serviço dela e sustentar os filhos? Então, diferentemente das universidades, que lidam com adultos, ou do Ensino Médio, que já estão lidando com adolescentes, a rede municipal tem uma especificidade. Nós estamos lidando com bebês e crianças de famílias carentes em sua maioria”, explicou a secretária municipal de Comunicação Keila Riceto, reiterando que a preocupação do prefeito é compartilhada tanto pelo procurador federal Tales Messias quanto pela promotora Cláudia Marques.

A decisão foi de suspender esses dias para que a administração consiga adequar as escolas para que seja possível atender a essa demanda que é também social. Parecer técnico da infectologista Cristina Barata, que integra o comitê técnico, foi fundamental para embasar a decisão tomada nesta manhã. “Como médica, ela tem a visão técnica e afirma que não é o momento ainda de suspender totalmente”, finalizou a secretária de comunicação.

Lembrando que Uberaba aderiu ao decreto de situação de emergência feito pelo governo de Minas Gerais em decorrência da escalada da propagação do novo coronavírus (SARS-CoV-2) na sexta-feira (13). Com isso, eventos foram cancelados – inclusive a ExpoZebu 2020, que foi adiada –, aulas foram suspensas e visitações restringidas

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: