Aumento da energia vai sacrificar quem ganha menos

Nova tarifa de energia elétrica da Cemig deve sobrecarregar principalmente consumidores que ganham menos. Esta semana a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) homologou as novas tarifas da Cemig. O índice determinado para os consumidores residenciais da empresa é de 18,53% e passará a vigorar a partir da próxima segunda-feira (28).
Para o economista Sérgio Martins, esse aumento veio em péssima hora e será um gasto a mais. O índice médio do reajuste para os consumidores definido pela Aneel foi de 23,19%. Já os clientes atendidos em alta-tensão (industriais e comerciais de médio e grande porte) terão as contas reajustadas em 35,56%. Contudo, a Cemig lembra que em 2017 houve redução, tanto para os clientes residenciais e de empresa quanto para aqueles de alta-tensão.
Entretanto, Sérgio Martins destaca que qualquer aumento de tarifa pública é muito sério, tendo em vista que a situação econômica ainda é desfavorável, o desemprego continua alto, as contas públicas com o descontrole dos poderes se tornam deficitárias e esse é mais um aumento que vem sobrecarregar, principalmente, aqueles que ganham menos. “É mais um reajuste associado a tantos outros, que ocorre em um momento que não poderia acontecer. Pois os salários não acompanham essa escalada de preços e infelizmente não poderia estar acontecendo isto. O consumidor que já vem adotando medidas restritivas no orçamento, que inclusive visa a combater estes aumentos, terá ainda mais dificuldades”, diz.
Em nota encaminhada à imprensa, a Cemig esclarece que mais de 80% do reajuste definido pela Aneel se refere a itens que não estão sob a gestão da companhia. De acordo com a concessionária, a maior parte do índice se refere ao alto custo de compra da energia em função do baixo nível dos reservatórios brasileiros nos últimos anos, especialmente no segundo semestre de 2017.

Postado originalmente por: JM Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: