Coleta para exame é restrita a quem esteve no exterior ou em cidades epicentros

Coleta de material de casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) ocorre somente daqueles pacientes que estiveram no exterior ou em algum local que seja epicentro da doença e que apresentam algum sintoma. A medida é um protocolo determinado pelo Ministério da Saúde, mediante o atual cenário da cidade, que até ontem não apresentava oficialmente nenhum caso confirmado. 

A reportagem vem recebendo diversas queixas de pessoas que afirmam que estão com sintomas da doença e que não estão sendo coletados materiais para exame. No entanto, a maior parte das reclamações é de pacientes que não se encaixam no protocolo. De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura, Uberaba apenas faz a coleta do material, que é enviado à Fundação Ezequiel Dias (Funed), localizada em Belo Horizonte, responsável por realizar o exame do Covid-19 para a rede pública de saúde.

A triagem para a realização do exame ainda obedece a outros critérios, como, por exemplo, verificar o passaporte, para confirmar se a pessoa com suspeita da doença esteve em algum país com surto de Covid-19. Ou ainda verificar se a mesma esteve em viagem recente a cidades consideradas epicentro da doença, ou seja, onde há aumento de casos confirmados, como São Paulo e Rio de Janeiro. Somente após este procedimento é feita a coleta do material, com o envio à Funed, e a devida notificação às esferas superiores de saúde pública. O protocolo tem como objetivo resguardar todo sistema, tendo em vista que o período também é favorável a várias outras doenças virais, como a gripe causada pelo Influenza, por exemplo. 

Por outro lado, alguns laboratórios já realizam o exame para Covid-19 na rede particular em Uberaba. Conforme apurou o JM junto a laboratórios particulares, os valores do exame giram em torno de R$290 até R$380, com resultado previsto para três a quatro dias úteis. Os laboratórios informaram que a procura tem sido intensa pela testagem. Algumas empresas de planos de saúde também disponibilizam o exame para o usuário. No entanto, para realizar o exame, é necessário que o paciente, com suspeita da doença, tenha o pedido médico e, em caso positivo, seguindo recomendação do Ministério da Saúde, os laboratórios devem informar o resultado aos órgãos públicos para ser contabilizados.

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: