Com seis meses de funcionamento, estacionamento rotativo continua sendo alvo de reclamações

Cerca de seis meses após a inauguração do estacionamento rotativo em Uberaba, algumas queixas continuam, sobretudo sobre o número insuficiente de monitores nas ruas. Os atendentes são responsáveis pela cobrança e orientação sobre uso dos totens. Outra reclamação rotineira é sobre as oscilações no funcionamento do aplicativo da empresa responsável pelo aplicativo, a EXP Parking.

Sobre a oscilação do funcionamento do aplicativo, a assessoria de imprensa limitou-se a afirmar que as reclamações dos usuários são atendidas. “A EXP Parking, empresa responsável pela gestão e monitoramento do uso das vagas rotativas de Uberaba (MG), reitera que possui um escritório para atendimento local e uma equipe especializada responsável por monitorar a operação diária das vagas e do aplicativo (que necessita de acesso à internet para funcionamento), que reporta imediatamente qualquer tipo de problema para que seja providenciada a sua respectiva solução”. Todavia, sobre a questão da falta de monitores a empresa não deu nenhum posicionamento.

A reportagem do JM acionou também a assessoria da Prefeitura Municipal de Uberaba para elencar as reclamações mais frequentes recebidas pela prefeitura e os principais problemas detectados durante o primeiro semestre de funcionamento. Contudo, a administração não se posicionou, explicando apenas que a EXP possuiria os esclarecimentos referentes ao estacionamento rotativo.

No final de janeiro havia sido firmada entre a PMU e a EXP a contratação de mais 20 agentes monitores para atender os usuários nas ruas. Antes da implantação do sistema de estacionamento, a empresa havia contratado 62 pessoas. 

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: