Complexo industrial da Copervale na BR-262 é arrematado por quase R$ 9 milhões

A maior expectativa dos ex-funcionários era com relação ao parque industrial, localizado à margem da BR-262 (Foto/Arquivo)

Complexo industrial da extinta Copervale foi vendido por nesta quinta-feira (8), em leilão eletrônico realizado pela GP Leilões. A área de mais de 80 mil metros quadrados, instalada às margens da BR-262, foi arrematada após receber um único lance, que era o valor mínimo de R$8.988.363,92. Outro  bem imóvel, um terreno com aproximadamente 5.478m² no Parque das Gameleiras I, que também faz parte da massa falida da Copervale, foi arrematado por pouco mais de R$ 395 mil, após receber dois lances. O vencedor foi o mesmo que adquiriu o complexo industrial.

Esta foi a segunda praça do leilão online. A primeira ocorreu na quarta-feira (7), quando o complexo industrial foi ofertado por R$ 17,6 milhões, mas na ocasião não houve lance em nenhum dos lotes. Em julho de 2019 o complexo estava inicialmente avaliado em R$26 milhões; contudo, sem interessados, passou por reavaliação. Incialmente havia 25 imóveis da cooperativa para serem leiloados, sendo que 19 foram arrematados em julho do ano passado. Dos quatro últimos que ficaram para 2020 ainda restam dois, localizados em Conceição das Alagoas e Campo Florido.

Além dos imóveis, já foram arrematados também os sete silos disponíveis em dois lotes distintos; nenhum deles foi arrematado pelo mesmo comprador do complexo industrial. 

De acordo com leiloeiro da GP Leilões, Gustavo Costa Aguiar Oliveira, havia expectativa para o arremate dos lotes ofertados, mas este momento de pandemia gerava grande incerteza. 

Esta foi a terceira tentativa de leiloar os bens da Copervale. A última tentativa foi em julho, quando o leilão restou deserto. Na ocasião, apenas a marca “Centenário” foi arrematada por R$61,2 mil pelos Laticínios Taquari, de Santa Juliana, que chegou este ano em Uberaba. O processo está em tramitação judicial desde 2013 por dívida que já ultrapassa R$ 55 milhões. 

A Copervale foi fechada em 2013 e desde então está em situação de abandono. Denúncias no ano de 2007 dão conta que a cooperativa estaria adulterando o leite integral levaram a Polícia Federal a deflagrar a operação Ouro Branco, que prendeu 27 pessoas, incluindo o ex-presidente da empresa, Luiz Gualberto. A falência da Copervale foi oficialmente decretada no início de julho de 2018, por decisão do juiz Stefano Renato Raymundo.

OUTROS BENS 

  1. Imóvel comercial com aproximadamente 5.664m² de terreno com benfeitorias, localizado na rua Uberaba, 19, em Campo Florido, ofertado por R$ 1.254.600;  
  2. Imóvel com aproximadamente 19.196,90m², localizado na rua Hildebrando Leite, 141, em Conceição das Alagoas/MG, ofertado por R$ 1.472.370;
  3. Balança rodoviária com área construída de 85m² com estrutura de concreto danificada devido à remoção de barras laterais removidas e suportes ofertado por R$ 13.056,00; 
  4. Duas caixas metálicas para água, ofertadas por R$ 10.183,68; e
  5. Tanque de combustível, ofertado por R$ 5.483,52. 

 

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: