Estação do BRT na Bento Ferreira muda de lugar após reclamação

Foto/Jairo Chagas
 
Novo local em que será instalada a estação fica praticamente um quarteirão abaixo, na rua Bento Ferreira
A partir de hoje a Secretaria Municipal de Obras inicia a execução da obra de instalação da estação retangular na rua Tenente-Coronel Bento Ferreira. A estrutura, que gerou muitas polêmicas, faz parte do eixo Sudoeste e ficará instalada entre a avenida Alexandre Barbosa e a rua José Felício dos Santos, abaixo do local inicialmente previsto.
No início do mês, moradores de edifício que fica no cruzamento da rua Bento Ferreira com a avenida Alexandre Barbosa, em frente do local em que estava prevista a instalação da estação, procuraram o Jornal da Manhã. A população estava preocupada com os prejuízos que a colocação da estrutura poderia levar à entrada e saída de veículos da garagem do condomínio. Além disso, alegavam que a largura da via seria insuficiente para comportar o BRT e o tráfego de veículos.

No dia seguinte a obra de instalação foi adiada para a realização de novo estudo técnico do local, visto que a rua contava com pelo menos três pontos possíveis de receber a estação. Questionado pela reportagem do JM, Nagib Facury informou que o adiamento era resultado de solicitação feita pelo prefeito Paulo Piau para uma nova avaliação técnica.

Na ocasião, a secretaria estudava colocar a estação acima do cruzamento com a Alexandre Barbosa, próximo à avenida Leopoldino de Oliveira, ou em frente dos condomínios e de uma escola de idiomas. Porém, nem um dos pontos foi escolhido. Segundo o secretário, o local mais apropriado fica na esquina com a rua José Felício dos Santos.

Nagib Facury afirma que esse trecho é tecnicamente viável, pois traz menos transtorno ao trânsito dos moradores locais e ressalta que, para a execução da obra, apenas meia pista do trecho será interditada. Haverá sinalização informativa, mas o secretário pede que os motoristas mantenham a atenção redobrada na região.

O corredor passará pela rua Bento Ferreira, avenida da Saudade, Dona Maria de Santana Borges, João Dallacqua e Juca Pato, onde ficará o terminal de embarque e desembarque de passageiros. Essas avenidas contarão com projeto paisagístico que não prevê a instalação de grade no canteiro central, uma vez que o fluxo de pedestres é menor do que no centro da cidade.
 

Postado originalmente por: JM Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: