Instituições de ensino suspendem aulas em contenção ao coronavírus

Uberaba já sente os impactos decorrentes das ações preventivas para conter a pandemia do coronavírus (Covid-19). A princípio, as medidas já anunciadas atingem pelo menos 35 mil alunos matriculados em escolas estaduais e do Ensino Superior na cidade. 

Nesta quarta-feira (18), em meio à greve dos professores, a rede estadual suspende as aulas por decisão do governador Romeu Zema (Novo), retomando somente no dia 23 de março, segunda-feira. Em Uberaba, a medida atinge em torno de 16 mil alunos que estão matriculados nas 49 escolas estaduais.

Na sexta-feira (13), o prefeito Paulo Piau baixou decreto no qual autoriza a prática de qualquer ato para minimizar o surto em Uberaba. Ele suspendeu os eventos públicos até a normalização da situação. No entanto, as aulas ainda estão mantidas na Rede Municipal de Ensino. 

A Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) está com as aulas suspensas. As atividades estão permitidas apenas para aqueles matriculados nos cursos das áreas da saúde em estágio hospitalar. Em todo o país, 26 instituições de Ensino Superior estão com aulas suspensas.

No Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), a decisão ainda não foi adotada, mas reunião para tratar o assunto estava agendada para o final dessa segunda-feira (16). Por enquanto, não há nenhuma alteração no calendário letivo. 

Liminar impede escolas de manter atividades de professores até dia 31 

No fim da tarde dessa segunda-feira, a desembargadora Camilla Guimarães, do Tribunal Regional do Trabalho, da 3ª Região, deferiu liminar em dissídio coletivo ajuizado pelo Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Simpro-MG) contra várias entidades representativas das escolas particulares de Minas Gerais “para suspender as atividades desempenhadas pelos professores nas dependências das escolas da rede particular” até 31 de março, sem prejuízo da remuneração, ressalvando que esse período poderá vir a ser modificado se houver alteração dos fatos. O descumprimento por parte das escolas particulares acarretará multa diária de 30 mil.

Antes mesmo do deferimento da liminar, em Uberaba, reunião realizada pelas escolas particulares, no Cenec, com a participação das principais instituições de educação da cidade para discutir ações de enfrentamento à pandemia causada pelo coronavírus, com a presença do SinproMinas, foram indicadas a suspensão das aulas de 18 a 21/03 e que sejam aguardadas novas orientações dos órgãos oficiais estadual e nacional.

No entanto, no encontro ficou acertado que a decisão valeria caso não houvesse outro tipo de decisão da Justiça ou por parte dos governos Federal ou Estadual.

Em contrapartida, Conselho Estadual de Educação deve recomendar, por meio de uma portaria, o fechamento de todas as escolas – públicas e particulares – em Minas Gerais. O anúncio foi feito nessa segunda-feira (16) pelo presidente, Hélvio de Avelar Teixeira, em Belo Horizonte. A portaria, sem caráter obrigatório, abrange escolas municipais, estaduais e privadas, em todos os níveis de ensino, inclusive creches, no Estado. 

Uniube e Unipac dispensam alunos, Fazu e Factus ainda mantêm atividades 

No início da tarde de ontem, a Universidade de Uberaba divulgou comunicado dando conta que o Comitê de Prevenção e Enfrentamento de Situações Emergenciais da instituição, considerando o cenário de pandemia da Covid-19, decidiu suspender as aulas presenciais de, aproximadamente, 14 mil alunos no período de 17 a 29 de março. A medida abrange os campi Aeroporto e Centro, o Núcleo de Práticas Jurídicas, Núcleo de Pós-Graduação e Hospital Veterinário de Uberaba, bem como as unidades conveniadas, incluindo as que realizam aulas práticas de atendimentos na área de saúde.

A Unipac também comunicou a suspensão das aulas a partir de hoje, até a sexta-feira, dia 20.

A Faculdade de Talentos Humanos comunicou no início da noite de ontem a decisão de, também, suspender as aulas no período de 17 a 22 de março. A instituição informou que um comitê de combate e acompanhamento foi criado dentro da Instituição para que, diariamente, novas decisões possam ser avaliadas. A assessoria de imprensa da Facthus informou, ainda, que foi adiado evento programado para o dia 26 de março, no Cine Teatro Municipal Vera Cruz – XI edição do Ciclo de Formação Profissional.

A Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba) instituiu um Comitê Interno de Monitoramento do Coronavírus. Em comunicado divulgado ontem, a faculdade explicou que a tomada de decisões relacionadas à rotina institucional fica a cargo desse colegiado. Por ora, as aulas não serão suspensas e estão mantidas normalmente no campus da Fazu. No entanto, os eventos (seminários, simpósios, workshops, etc) no âmbito da faculdade estão suspensos até novas orientações. 

Cesube ainda não havia decidido sobre a suspensão ou não das aulas.

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: