Mototaxistas recorrem ao serviço de entregas para contornar queda de rendimentos

Com queda nas corridas, mototaxistas apostam no serviço de entregas para manter os rendimentos. A revelação é do presidente do Sindicato dos Mototaxistas, Motoboys e Motofrete de Uberaba (Sindmoto), Nivaldo Pereira.

Segundo ele, houve queda na demanda de corrida em decorrência do fechamento dos shoppings centers e terminal rodoviário – locais onde havia maior faturamento. “A situação está muito desconfortável economicamente”, preocupa-se o líder sindical.

Ele também informa que muitos mototaxistas, por pertencerem ao grupo de risco, optaram por interromper as atividades para se protegerem contra a Covid-19. “Cerca de 50% dos mototaxistas estão parados”, informa. Ao mesmo tempo, muitos profissionais optam por trabalhar com entregas para manter os rendimentos.

Em relação aos cuidados para prevenção ao novo coronavírus, Nivaldo Pereira diz que todas as medidas de higienização são recomendadas aos mototaxistas, como o uso do álcool em gel. Além disso, todos os mototaxistas estão usando a máscara de proteção. Quanto aos capacetes, Nivaldo Pereira diz que é inviável ter um para cada passageiro, mas o equipamento é higienizado entre as corridas.

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: