Pensando em ser MEI? Saiba como se planejar

Fábio Braga

Daiana Rodrigues, analista do Sebrae, esteve na Rádio JM ontem e trouxe dicas para quem pretende se regularizar como MEI

Mensalmente, média de 440 microempreendedores individuais (MEIs) formalizam seus negócios em Uberaba, conforme dados da Sala Mineira do Empreendedor. Já são 11.386 atuando, especialmente, nos setores do vestuário, beleza, vendas e alimentação.

Com a abertura do CNPJ, a pessoa passa a ser dona do próprio negócio o que impacta em perda de direitos trabalhistas previstos na CLT, como férias e 13º salário. Por isso, é preciso planejar gastos para o crescimento da empresa.

Em entrevista à reportagem do JM Online, a analista do Sebrae Minas Daiana Rodrigues deu dicas para quem está pensando em abrir seu próprio negócio.

Quando abrir o MEI: O valor que a empresa fatura não é determinante na abertura do MEI.

O primeiro passo é consultar no Portal do Empreendedor, se a atividade exercida está liberada para ser MEI. Depois, é necessário definir se a pessoa está disposta a ter horários diferentes daqueles que estava acostumada no trabalho com carteira assinada e, ainda, se a pessoa quer ter aquela atividade como renda principal.

“A pessoa que tem o MEI como atividade com renda principal não tem porque não se formalizar, porque tem todos os benefícios previdenciários, tem conta de pessoa jurídica no banco e ela pode pegar um empréstimo”, explica.
Link do portal: portaldoempreendedor.gov.br

Como se organizar durante o ano: É preciso olhar a estrutura e faturamento de cada empresa para que o planejamento seja assertivo. Porém, em modo geral:
– O ideal é que o empreendedor defina um valor de retirada mensal e cumpra;
– É necessário poupar parte do faturamento da empresa para férias e retirada de 13º salário;
– Importante não misturar contas da empresa com as contas pessoais;
– Dependendo do ramo, é essencial que o empreendedor se organize para aproveitar períodos de altas temporadas.
“A gente pede para procurar o Sebrae para a gente orientar para que esse planejamento ocorra de forma muito tranquila e ele não sofra com a falta desses benefícios trabalhistas”, finaliza a analista.

Leia também: Semana do MEI tem mutirão para formalização de empreendedores

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: