PMU contesta denúncia de maus-tratos e garante vida saudável no Jacarandá

Prefeitura de Uberaba nega maus-tratos contra animais do Zoo Parque do Jacarandá. A afirmação é decorrente de nota, publicada na coluna Alternativa na quarta-feira (3), de que haveria uma investigação decorrente de denúncia em andamento no Ministério Público. 

A 11ª Promotoria de Justiça em Defesa do Meio Ambiente confirmou à reportagem que foi lavrado um boletim de ocorrência pela Polícia Ambiental de Minas Gerais no dia 10 de janeiro de 2019. O documento está anexado ao processo que envolve o zoológico e possui até um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado junto ao Ministério Público de Minas Gerais, no dia 14 de junho de 2014, que prevê a manutenção da área, protegendo sua fauna e flora com as adequações recomendadas. O TAC é acompanhado de perto pelo órgão e previu ainda a regularização do zoológico, incluindo um cronograma de execução que passou pela aprovação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama).

Ainda segundo informações obtidas pela reportagem, o MP acionou o município e aguarda uma resposta quanto à situação. Em relação a este boletim de ocorrência, a PMU garante que a equipe de policiais não vislumbrou procedência nas denúncias, relatando inclusive que foram observados oferta de alimento, água e abrigo de proteção aos animais. “Não era de se esperar outra conclusão, afinal, os animais recebem, todos os dias, alimentos de boa qualidade, sendo os cardápios elaborados de acordo com a necessidade nutricional de cada um ou grupo de animais e seguindo os mais rigorosos critérios técnicos”, justificou o município por meio de nota. 

Redução de visitas ameniza estresse. A reportagem também teve acesso a auto de vistoria, datado do dia 13 de setembro do ano passado, no qual não havia nenhuma situação pertinente a maus-tratos contra animais. Na ocasião, os policiais militares foram recebidos pelo biólogo responsável, Paulo Cesar Franco. Com relação aos animais e alimentação, a equipe policial considerou adequada, segundo consta no documento. No entanto, algumas questões relacionadas a instalações foram registradas nesta vistoria, mas o biólogo garantiu que as providências já estão sendo tomadas quanto à sua manutenção. 

Hoje, o Zoo Parque do Jacarandá está aberto à visitação pública às sextas, sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. Houve a redução nos horários para amenizar o impacto de vizinhança, que causa estresse nos animais. Todavia, escolas que desejarem visitar o local durante a semana podem solicitar agendamento junto à Secretaria de Meio Ambiente. No total são 37 animais distribuídos em 22 espécies, entre as seguintes classes: répteis, aves e mamíferos. Além disso, é possível verificar alguns animais soltos pelo parque, tais como mutum-de-penacho, jabutis, teiús e cotias.

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: