Policiais militares sem máscaras são questionados por uberabense

 

Foto/Divulgação PMMG



Uberabense questiona o não uso de máscaras de proteção pelo contingente da Polícia Militar em Uberaba.

O denunciante, que prefere não ter o nome divulgado, diz que na semana passada foi parado em três blitze e, em nenhuma pelas, os policiais militares estavam com máscaras de proteção. “E manusearam os meus documentos sem a limpeza das mãos com álcool gel”, denuncia.
Ele comenta que o contingente atua nas ruas, em contato direto onde o vírus está circulando e, pode ser foco de transmissão do novo coronavírus. “E nas três vezes que eu fui parado, fiquei com receio de voltar para casa pois tenho mãe idosa, do grupo de risco”, diz.
Segundo ele, os servidores estaduais, no caso policiais militares, devem dar o exemplo, já que também estão responsáveis por fiscalizar as medidas de prevenção a covid-19 – muitas delas passíveis de sanção e multa.
De acordo com a assessoria de comunicação do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), o uso de máscara de proteção é obrigatório, sendo uma cobrança por parte do alto comando. Segundo o órgão, cada policial militar recebeu máscaras de proteção e álcool gel para serem utilizados em serviço e assegura que, a partir da denúncia, os policiais militares vão ser cobrados e fiscalizados pelos seus comandantes.

 

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: