Procura por viagens no período de férias está diversificada nas agências

Destinos preferidos por uberabenses nas férias do meio do ano estão diversificados. Como o inverno no país não é tão marcante, como em outros locais, as praias estão entre as opções para este período do ano. Com relação ao movimento nas agências, em algumas os proprietários e vendedores dizem que está fraco, em outras afirmam que está maior que ano anterior.
Estamos nos aproximando de mais um período de férias, não tão longas como em dezembro e janeiro, mas é possível aproveitar alguns dias para viajar. Normalmente, os locais mais procurados pelos turistas são regiões frias, como Gramado, Canela, Campos do Jordão, entre outros. Porém, segundo as agentes de viagem, os destinos este ano estão diversificados e a procura por pacotes para estes locais é grande, mas também existem muitos querendo praia, além do exterior, como Canadá, Argentina e outros.
Solange Chaves Martins é agente de turismo e, de acordo com ela, o movimento está fraco. “Na verdade, muitos procuram a agência, mas apenas para pesquisa. Em anos anteriores, neste mesmo período, já estava começando a fechar pacotes de verão, e a maioria já tinha comprado pacotes para o período de inverno. Percebi queda de 40%”, afirma. A agente explica que ultimamente as pessoas estão priorizando outros gastos e deixando as viagens de férias como uma opção, caso sobre dinheiro.
Já na agência em que Renan Ribeiro trabalha a procura por pacotes de viagem está intensa. “Estamos fechando vários pacotes e de forma bem diversificada. Para o exterior, por exemplo, a procura era sempre para os Estados Unidos e Europa, mas este ano houve várias pessoas pedindo pacotes para África, Canadá e outros. No Brasil, a procura também está diversificada, mas não percebi aumento, está a mesma de 2017”, afirma Renan.
Independentemente do local em que se pretende aproveitar as férias, os agentes de viagem alertam o consumidor para que busquem estabelecimentos com credibilidade, se certificando quanto aos registros em órgãos, como o Ministério de Turismo, que atestam a procedência do local. Além disso, vale ressaltar que buscar uma agência pode ser mais seguro do que fechar por conta própria o pacote.

Postado originalmente por: JM Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: