Sem receber honorários durante suspensão de prazos, advogados estão fechando escritórios em Uberaba

A dificuldade financeira enfrentada por advogados devido à pandemia é uma preocupação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Uberaba. Embora não seja confirmado pela entidade, escritórios de advocacia estão sendo fechados por contensão de despesas. A situação pode ser decorrente da suspensão da contagem dos prazos dos processos físicos, que impede a remuneração dos profissionais.

Leia também: A crise bateu forte e mais dois advogados uberabenses fecharam escritórios

O presidente da subseção de Uberaba, Eduardo Azank, diz que não tem conhecimento do fechamentos dos escritórios de advocacia na cidade, mas lembra que a suspensão da contagem dos prazos dos processos físicos permanece e, consequentemente, o advogado está sem rendimento. A situação ocasiona problemas financeiros. “E a OAB está preocupada. Há uma pressão da entidade, em nível estadual, para que seja retomada a contagem dos prazos dos processos físicos, mas, dependemos do Tribunal de Justiça de Minas Gerais”, explica o dirigente classista.

Porém, ele assegura que há vários programas de crédito de iniciativa da Caixa de Assistência aos Advogados de Minas Gerais (CAA-MG) à disposição dos profissionais, que podem minimizar os impactos financeiros decorrentes da pandemia. Além disso, ele informa que a OAB Uberaba também realiza algumas campanhas paralelas para socorrer a classe.
 

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

%d blogueiros gostam disto: