Vigilância Sanitária inicia fiscalização sobre venda de óculos de sol e grau

Fiscais da Vigilância Sanitária realizaram vistorias em cerca de cinco estabelecimentos que comercializam óculos de sol e de grau. A ação, que é realizada durante todo o ano, foi intensificada neste período e aconteceu ontem no centro. O trabalho continua nos próximos dias. A escolha das óticas em que os fiscais da Vigilância Sanitária estão realizando as vistorias se deu a partir de denúncias de que nos locais estão sendo vendidos óculos sem procedência.
De acordo com o chefe do Departamento de Vigilância Sanitária, Marcos Ribeiro, durante a ação os fiscais observam desde a armação até a lente dos óculos de sol e grau. “Solicitamos ao empresário que apresente o alvará sanitário, notas fiscais, a procedência do produto, verificamos as condições dos óculos em si, número de série, entre outras questões. Aqueles que estão com a documentação correta não têm problemas com a Vigilância. Nosso propósito é coibir a venda irregular destes produtos no comércio”, afirma o chefe.
Marcos revela que, nos estabelecimentos em que os fiscais encontram irregularidades, a Vigilância Sanitária pode aplicar medidas cautelares que vão desde a apreensão dos produtos à interdição do estabelecimento. As ações continuam, vamos visitar mais alguns locais, pois, neste período, sobretudo as vendas de óculos de sol aumentam por conta do verão”, diz.
Vale lembrar que a vistoria tem o propósito de garantir a saúde do consumidor, pois o uso irregular pode trazer danos. “Os óculos de sol que não têm procedência não filtram os raios solares como deveriam, isso pode causar doenças na visão”, afirma. No caso dos óculos de grau, podem não ter o corte correto e causar prismas na visão, o que pode gerar lesões graves.

Postado originalmente por: JM Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: