Campeonato de Juniores da LMDD é mais que uma competição. É uma nova chance para o futebol!

A cidade de Divinópolis passa por uma crise esportiva que vem crescendo a cada ano. De falta de apoio público, privado e até mesmo motivacional. São muitas escolas de futebol fechando as portas, deixando as crianças sem o principal lazer. Os abnegados e voluntários do esporte lutam com as poucas forças que restam para manter essa tradição e inserção social.

Não apenas o futebol, mas em todas as modalidades esportivas há uma dificuldade em concentrar atletas na idade de juvenil, pois escola, vestibular, faculdade, trabalho e namoro, são muitas atividades ao mesmo tempo.  Assim a categoria júnior se torna uma forma de voltar a pratica esportiva, reencontrar os amigos e ter uma nova oportunidade junto aos times que ainda restam.

É necessário um carinho especial por essa categoria, são jovens, falta maturidade em muitos casos, sobra vontade em outros, mas o certo que são todos apaixonados por futebol e pela cidade onde moram. Divinópolis tem um péssimo hábito de levar o que se tem bom para outros lugares. Não é incomum os times terem a preferência por Itaúna, e lá ter os confrontos, cujos atletas não terão a oportunidade dos clássicos de bairros. O juniores vive pelo passado, nosso presente e por estes que no futuro breve estarão defendendo cores do time local.

Neste ano, em meio a essa crise esportiva, houve a primeira baixa no campeonato. O Ferroviário desiste da disputa em meio a competição. Segundo o departamento técnico da LMDD, os atletas inscritos na equipe do bairro Esplanada não poderão integrar outra equipe nesta competição. “Os meninos jogaram tão bem no torneio início, inclusive chegaram a final. Um detalhe não foi ninguém responsável pela equipe, eles mesmo se organizaram”, lamenta Adriano Barreto, da LMDD.

Com relação aos resultados, mantém os anteriores (juvenil Padre Eustáquio 4×1 Ferroviário, juniores PEC 8×1 Ferroviário). Para os futuros adversários, o resultado de 5×0. Se haverá alguma punição a equipe Ferroviário ainda será definido, mas possivelmente estará fora das próximas atividades da entidade de futebol, já com relação aos atletas não. “Aliás, acho que são os mais prejudicados”, adiantou Adriano Barreto.

Para aquelas pessoas curiosas em ver a atuação destes jovens, neste domingo, 10h, no Caldeirão do Diabo (Campo do bairro Candelária), jogarão PEC e Tupi de Carmo o Cajuru, vale a pena conferir o que promete ser uma das melhores partidas de futebol do ano de 2017.

Postado originalmente por: Minas AM/FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: