Juniores da LMDD também é polêmico

A realização do Campeonato Juniores da Liga Municipal de Desportos de Divinópolis (LMDD) é uma das atividades mais aguardadas pelos atletas da cidade e região, movimenta cerca de 300 pessoas diretamente envolvidas, sendo nove entidades esportivas, em três cidades e um distrito. O tamanho da competição exige uma organização também grandiosa, pois ao contrário, gera frustração naqueles que por tanto tempo aguardaram essa oportunidade.

Os problemas se iniciaram quando o Ferroviário deixou a competição. A equipe fez uma partida, frente o PEC Candelária, perdeu, não atuou mais e a LMDD designou o cancelamento dos jogos futuros, mas não invalidou os cartões amarelos do único jogo realizado, assim apenas o PEC acumula essa penalidade.

Outra polêmica envolve o PEC Candelária, mas na partida frente o Tupy de Carmo do Cajuru, logo após iniciado o segundo tempo do jogo, torcedores alertaram a arbitragem para o fato que o time da casa estava com 12 atletas em campo, foi providenciada a saída de um jogador (Tulinho) e o jogo continuou.

A dúvida está no fato se o time jogou o tempo todo com doze atletas, pois houve apenas uma substituição, quando Thales entrou no lugar de João Pedro. Tulinho havia iniciado a partida como titular? Resta a súmula mostrar quais os atletas iniciaram a partida. Este é um problema, pois todos assinaram a lista antes do início do jogoi, não há o controle de atletas, o sistema não funciona, abrindo inclusive uma grande margem para outras irregularidades.

No passado, não tão distante, a prática de assinar a súmula era sagrada. O atleta apresentava o documento na mesa, conferência de foto e até mesmo era questionado sobre algum dado particular (como nome da mãe por exemplo), para se ter certeza que o dono do documento era quem o portava. Assinava apenas os que iniciavam a partida e a cada substituição o rito era repetido. O ato considerado tão importante que todos deviam colocar a camisa para dentro do calção ao se apresentar na mesa. 

Certamente, o Tupy de Carmo do Cajuru irá reclamar o fato, mas da mesma forma como se decidiu sobre os cartões aplicados ao adversário do Ferroviário, ficará para demandas futuras.

Postado originalmente por: Minas AM/FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: