Prefeitura não fará a tradicional campanha do “Outubro Rosa” por conta da pandemia

O movimento de cunho internacional foi criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure. O seu objetivo é compartilhar informações e promover a conscientização sobre O Câncer de Mama, proporcionando maior viabilidade ao diagnóstico e tratamento da doença, de modo a contribuir para a redução da mortalidade.

Devido a pandemia do Coronavírus a Prefeitura de Divinópolis não poderá promover a tradicional campanha do “Outubro Rosa”.

O câncer de mama é caracterizado como um tumor maligno que ataca o tecido mamário. Ele se desenvolve quando há uma alteração na molécula de DNA em alguns trechos, o que causa a multiplicação desenfreada dessas células anormais que dão origem ao cisto.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia, o corpo substituiu as células antigas por células novas e saudáveis, quando funciona de maneira normal. Porém, as mutações genéticas podem alterar a habilidade da célula em manter sua divisão e reprodução sob controle, produzindo células em excesso, formando o tumor.

Esse tumor pode ser benigno (sem perigo para a saúde, não cancerígenos) ou maligno (possui potencial de ser perigoso, possivelmente vão se tornar cancerígenos).

O tumor se torna prejudicial quando suas células crescem e invadem tecidos e órgãos vizinhos, podendo se espalhar para outras partes do corpo, diferente de um tumor benigno em que suas células crescem lentamente e não invadem tecidos e órgãos.

Essas mutações genéticas podem ser determinadas por vários fatores, entre eles: exposição a hormônios (estrogênios), irradiação na parede torácica para tratamento de linfomas, excesso de peso, ausência de atividade física, excesso de ingestão de gordura saturada e álcool.

O diagnóstico do câncer de forma precoce é fundamental para aumentar as chances de cura. De acordo com o Instituto Oncoguia, ONG e portal informativo, as chances de cura aumenta em 95% dos casos identificados em estágio inicial.

A mamografia é o principal método para o rastreamento da doença, sendo assim indispensável. É importante e recomendado para a população feminina que faça o autoexame e o acompanhamento médico a partir dos 20 anos. A prática do autoexame, apalpando os seios, sempre após a menstruação, é necessário, mas não substitui o exame clínico das mamas realizado por um profissional de saúde treinado.

A Prefeitura recomenda que a população as mulheres realizem esses exames, que são disponibilizados pelo  Sistema Único de Saúde (SUS).

O post Prefeitura não fará a tradicional campanha do “Outubro Rosa” por conta da pandemia apareceu primeiro em Portal MPA.

Postado originalmente por: Minas AM/FM

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: