Projeto Olho Vivo começa a ser implantado em Nova Serrana

Em Minas Gerais, a média de redução de crimes contra o patrimônio nas áreas de instalação do Olho Vivo é de 40%. O projeto é uma ferramenta no enfrentamento dos crimes, principalmente os roubos. Em meados de 2017, a população de Nova Serrana vai passar a contar com o programa Olho Vivo. Ao todo, 18 câmeras serão instaladas em pontos estratégicos da cidade. 

A implantação do projeto é uma pauta antiga da população devido ao alto índice de criminalidade. Por exemplo, segundo a Secretaria de estado de Defesa Social, o número de assaltos de janeiro a novembro deste ano dobrou em relação ao mesmo período do ano passado. 

Nos primeiros onze meses de 2016 foram registrados 1.532 roubos. Em 2015, o dado era de 958. Já se tratando de frutos, de janeiro a novembro deste ano, o número subiu 35%. Passando de 1.142 em 2015 para 1.442 em 2016.  O governo estadual liberou R$ 1,6 milhão para  o projeto que já foi licitado. As obras começaram há três semanas. 

A sala de videomonitoramento já começou a ser construída dentro do batalhão da Polícia Militar. As câmeras serão observadas 24h por dia por funcionários que serão contratados pela prefeitura. 

A previsão é de os testes comecem em março de 2017 e até junho o sistema esteja operando oficialmente. A proposta é que o sistema ajude os órgãos de segurança pública a reduzir significativamente os crimes contra o patrimônio. 

Postado originalmente por: Minas AM/FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: