Anuncie
Divinópolis e Região

Um par de chuteiras pode mudar uma vida

Por: Rádio Minas 26/10/2017 22:40

A história a ser contata hoje não é de uma pessoa que viveu por completo o futebol. Eduardo Assis, ou Dudu, como desde muito pequeno é carinhosamente chamado por todos, Ele contou que tudo na vida dele começou a partir de um par de chuteiras, presente da Tia Jordane, aos seis anos de idade. A brincadeira ficou séria, ele se profissionalizou, retornou para o amador e hoje trabalha e tem sonhos, pois sabe trabalhar para obter resultados.

É muito comum ouvirmos dos jogadores a expressão ‘trabalhar mais para alcançar os resultados’ esta é a uma das atitudes que se aprende no futebol, a valorização de um dia de trabalho e que somente por ele que o sucesso virá. Dudu Assis afirma que todos os dias agradece a Deus por ter apresentado a ele este esporte, o qual coloca na categoria ‘maravilhoso’. “Hoje trabalho em um restaurante e sou feliz no que eu faço.  Tenho novos pensamentos e objetivo , mas ainda sou muito grato ao futebol e sempre serei, lugar aonde que experimentei sensações únicas”, disse.

 
Antes, aos seis anos de idade ele teve o primeiro contato com aquela que é companheira de todos os momentos: a chuteira. O presente da Tia Jordane é inesquecível. “Minha vida nunca foi a mesma”, afirma ele que brincou de bola até os 11 anos quando foi jogar no pre-mirim do Galo. “Logo cedo as coisas mudaram, começava a virar um sonho, uma profissão. E com ela, vinha a responsabilidade, a saudade de casa e de amigos”, garantiu.
 
Antes de sair para o mundo, jogando profissionalmente, muita coisa mudou na vida dele. Teve perdas e conquistas. Mas graças ao futebol sempre carregou o aprendizado dentro e fora de campo “A cada dia o carácter era exposto e sendo moldado por viver com vários tipos de pessoas e ambientes diferentes. Seja aprender a competir, reconhecer que errou, o que precisa melhorar, ser honesto e humilde, essas são algumas qualidades que aprendi com o esporte e vi que era essencial em minha vida”, conta.
 
Dudu Assis tem uma biografia capacitada para um livro, moldada por grandes times, na base jogou no Flamengo e Guarani, fez parte da Seleção da Cidade, representou também Araxá, Sport Itaúna, América, Atlético e outros, profissionalmente depois de eventos que poderia levar qualquer pessoa a se revoltar, mas a fé e a Tia Jordane, cuja chuteira nunca foi esquecida, o manteve firme e escrevendo o futuro. 
 

Postado originalmente por: Minas AM/FM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: