Vitória bate Atlético em casa e ressuscita no Brasileirão, o Galo deixa a desejar em mais uma partida

O duelo era do melhor ataque contra a pior defesa do Campeonato Brasileiro. No entanto, o time que mais fez gol, Atlético-MG, não conseguiu marcar um tento no que mais sofreu, no encontro da tarde deste domingo, no Barradão.

Após o jogo, o Atlético finalizou a rodada na mesma sexta colocação, com 34 pontos. Já o Vitória alcançou a 13ª posição, com 22 tentos somados.

O Atlético não fez uma grande partida. No primeiro tempo, a Galo pequenos lampejos, mas o Vitória foi melhor. Na segunda etapa, a equipe mineira esboçou uma reação, mas sofreu um tento para o Rubro-Negro. Para o grupo preto e branco, o resultado representa o segundo resultado negativo em seguida, sendo que no meio de semana o time empatou em casa com o Vasco.

Na próxima rodada o Galo vai até São Paulo, no sábado, enfrentar o Corinthians, às 21h (de Brasília). Já o Vitória recebe o América, no mesmo dia, às 16h.

Primeiro tempo

O Atlético não demorou para chegar a meta adversária. Logo no primeiro minuto, Ricardo Oliveira aproveitou o vacilo da defesa do Vitória e saiu na cara do gol. A finalização foi péssima e o gol não saiu. Em seguida o Galo projetou atrapalhar a saída de bola do time da casa, mas pouco fez também.

Depois, por 20 minutos, o Atlético sofreu uma grande pressão. Tudo por causa de seus vacilos na saída de campo. O Vitória forçava, atrapalhava e isso fazia com que o Galo errasse passes infantis. A equipe mineira claramente sentia a falta de um homem no meio campo para conseguir ligar defesa e ataque – quem estava fazendo isso, Galdezani, está suspenso.

Larghi pediu para Cazares atuar um pouco mais recuado e contribuir com essa situação. Mas nem assim a coisa mudou o rumo. O Vitória seguia amassando o Galo, atrapalhando a equipe mineira de deixar o gramado defensivo.

Com este cenário, o Vitória finalizava mais. Victor era obrigado a trabalhar e Maidana se destacava na zaga. A defesa tinha um problema, a falta de Leo Silva – suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Com o passar do tempo, Nathan também passou a figurar no campo defensivo. Isso deu mais qualidade na saída de jogo. Porém, não é possível dizer ao certo se a saída de jogo melhorou pelo desgaste pela chegada do término do primeiro tempo ou esta situação de mais homens contribuindo na ligação defesa-ataque.

Aos 44, Benitez cobrou falta, na ponta direita da área e mandou na trave.

Segundo tempo

Na volta para a etapa complementar, o técnico Thiago Larghi fez duas alterações na equipe. Colocou o volante Lucas Cândido no lugar de José Welison e Luan no lugar de Nathan.

Isso fez uma melhora considerável no Atlético. Entre os volantes, a mudança foi puramente por Welison estar amarelado. Já a entrada de Luan foi providencial. O atleta deu um ganho técnico na vaga de Nathan, a equipe passou a atacante mais e ficar mais criativa.

Porém, quando o Galo estava melhor, atacando melhor, sendo mais agressivo e criativo, sofreu o gol. Em um contra-ataque do Vitória, aos 23 minutos, Lucas Fernandes chuta cruzado e a bola parou na trave. No rebote, Léo Ceará mandou para dentro das redes.

Fonte: Terra

Ouça o gol na voz de Garcia Júnior:


O post Vitória bate Atlético em casa e ressuscita no Brasileirão, o Galo deixa a desejar em mais uma partida apareceu primeiro em Portal MPA.

Postado originalmente por: Minas AM/FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: