Audiência pública discute plano de mobilidade

O grupo de trabalho formado por técnicos e professores do Departamento de Arquitetura e Urbanismo (DAU) da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e do Instituto de Planejamento e Meio Ambiente do Município (IPLAM) apresentará, em Audiência Pública marcada para terça-feira (18), o diagnóstico que a equipe produziu a partir dos dados colhidos durante suas consultas públicas.

A reunião aberta ao público tem como objetivo validar o diagnóstico feito pelo grupo e será realizada às 19 horas no Salão Nobre do Centro Administrativo Municipal Prefeito Antônio Chequer.

A construção do Plano teve início em agosto de 2016 e conta com três reuniões setoriais até o momento. A primeira foi com proprietários, gestores e profissionais de transporte coletivo e de cargas, que contou com a presença de profissionais do ramo de transporte escolar, transporte coletivo, caçambas de entulho, serviço de táxi e membros de ONGs relacionadas ao transporte ferroviário. O segundo encontro reuniu representantes de órgãos da administração municipal e de segurança pública. A última reunião temática consultou membros da sociedade civil organizada e gestores de instituições de nível superior.

Em todas as reuniões públicas a equipe gestora realizou, inicialmente, uma breve explicação sobre os objetivos e diretrizes do Plano de Mobilidade Urbana e, na sequência, os trabalhos foram conduzidos de forma dinâmica. Os participantes anotaram em cartões o que há de negativo na mobilidade da cidade, apontaram o que há de positivo na área e, por fim, escreveram o que desejam para o futuro da mobilidade urbana em Viçosa. Ao final, os cartões foram agrupados em cartolinas à vista de todos e os apontamentos lidos em voz alta e debatidos entre os participantes.

O Plano de Mobilidade Urbana de Viçosa é uma exigência da Política Nacional de Mobilidade Urbana, regulamentado pela Lei 2.587/2012, e um instrumento de desenvolvimento urbano que visa à integração entre os diferentes modos de transporte e a melhoria da acessibilidade e da mobilidade de pessoas e cargas.

O projeto está sendo executado por uma equipe de professores e técnicos do DAU, entre eles: Ítalo Stephan, Luiz Fernando, Carlos Alexandre e Aline Werneck. Conta também com uma equipe de 15 estagiários de diversos cursos e o acompanhamento da arquiteta e chefe do Departamento de Planejamento e Gestão de Projetos do IPLAM, Thuany Araújo, e o diretor do instituto, Romeu da Paixão.

Postado originalmente por: Rádio Montanhesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: