Secretaria de saúde institui teleatendimento sobre coronavírus

Pessoas com sintomas como coriza, febre, tosse, dificuldade para respirar e/ou que vieram de outros países ou cidades com registro da doença Covid-19, provocada pelo novo coronavírus, ou que tenham tido contato com pessoas com esse histórico, NÃO devem procurar uma unidade de saúde por conta própria.

A recomendação do novo protocolo da Secretaria de Saúde é que essas pessoas permaneçam em casa e liguem o quanto antes para o serviço de teleatendimento da central epidemiológica da Secretaria, onde profissionais vão orientar e identificar a necessidade de isolamento, exames ou transferência para uma unidade hospitalar.

“Instituímos esse novo protocolo de atendimento e criamos também uma equipe de atendimento domiciliar como uma medida para desafogar os hospitais e as unidades de saúde, assim como resguardar a vida de outros pacientes já vulneráveis. Portanto, aqui em Viçosa, a pessoa com leve suspeita não precisa mais ir até uma unidade de saúde para confirmar o diagnóstico”, explica o Secretário de Saúde, Marcus Schitini.

A equipe do teleatendimento está treinada para identificar prováveis casos suspeitos do coronavírus. Caso seja identificada a suspeita, uma equipe de atendimento domiciliar vai até a residência do paciente para realizar a triagem e a coleta de exames. O paciente com suspeita e sintomas leves deve permanecer em isolamento domiciliar por 15 dias, distantes de crianças, idosos, pacientes crônicos, diabéticos, asmáticos, entre outros. Se os sintomas forem agudos, a equipe vai providenciar transporte sanitário para transferir o paciente para uma unidade hospitalar.

O novo protocolo ainda estabelece que em casos suspeitos identificados em unidades básicas de saúde, consultórios particulares, planos de saúde ou algum órgão de atenção secundária, o paciente deve usar máscara cirúrgica, desde o momento em que for identificado na triagem até a saída da unidade para o transporte sanitário para residência ou hospital. Todos os ambientes devem ser higienizados e os médicos e demais profissionais devem usar máscaras.

O teleatendimento da central epidemiológica da Secretaria de Saúde pode ser acionado pelos telefones (31) 3892-5900 ou 5553.

Fonte: Prefeitura de Viçosa.

Postado originalmente por: Rádio Montanhesa

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: