200 mil empresas não recolheram FGTS, o que impede resgate de conta inativa

A medida que autorizou o saque das contas inativas do FGTS deixa de fora milhões de trabalhadores que não têm saldo, porque os patrões não fizeram recolhimento para o Fundo.
7 MILHÕES
De acordo com dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, existem, pelo menos, 7 milhões de trabalhadores cujos empregadores não depositaram o dinheiro devido, que correspondem a débito total de R$ 24,5 bilhões inscritos na dívida ativa da União.
DEVEDORAS
Como os valores não estão individualizados por trabalhador, a Procuradoria não consegue identificar entre as pessoas prejudicadas quem teria direito ao saque da conta inativa. A dívida total que está na Procuradoria engloba todos os débitos com o FGTS. Estão na lista 198.790 empresas devedoras em diversas situações.

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: