Embaixador russo na Turquia é assassinado

Suposto jovem terrorista islâmico, de terno e gravata, abriu fogo contra o embaixador russo em Ancara, na Turquia, nesta tarde, horário do Brasil. Andrei Kharlov foi morto na abertura de uma exposição de arte, no centro da capital da Turquia. Levado gravemente ferido para um hospital, o embaixador morreu ao chegar.

ATIRADOR

O embaixador fez discurso na abertura da exposição e levou os tiros, em seguida. A polícia matou o atirador, que foi fotografado com a arma na mão, uma pistola. O atirador entrou no local com documentação de policial e gritava palavras contra a intervenção da Rússia na Síria. “Não esqueçam de Aleppo, não esqueçam da Síria”, disse.

LEMBRANÇA

Ao final, ele grita a frase “Allah Akbar” (Deus é Grande), usada comumente por terroristas do Estado Islâmico. Muitos se lembram que a Segunda Guerra Mundial foi disparada pelo assassinato do arquiduque Ferdinando em Sarajevo, no ano de 1914.

EMBAIXADOR

Karlov tinha 62 anos e serviu na Coreia do Norte entre 2001 e 2006. Desde 2013, era embaixador na Turquia e, nas últimas semanas, participou das negociações com a Turquia que levaram à retirada de civis e rebeldes das áreas cercadas pelo regime sírio em Aleppo.

Portado originalmente em: http://www.radiomoc.com.br/noticias.asp?codigo=79346

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: