Com 88 anos de idade e 60 de estrada, caminhoneira mais velha do Brasil diz que greve é “necessária”

A gaúcha Nahyra Schwanke, de 88 anos, é a caminhoneira mais velha do Brasil, com 60 anos de estrada. Com o fêmur quebrado desde ontem, ela afirma que a greve dos caminhoneiros “é necessária”.NADAA gaúcha diz que o motorista que atualmente dirige seu caminhão não fica com quase nada de dinheiro no fim de 300 quilômetros. “Descontando o combustível e a parte dele, sobram R$ 130 líquidos para mim. Você acha que tem cabimento?”CEDOFilha única do dono de um armazém e mãe solteira, sem nunca ter se casado Nahyra afirma que precisou trabalhar muito cedo para sustentar a família. “Eu acompanhei o trabalho do meu pai desde pequena, um dia passei a manobrar o caminhão e logo estava na estrada. Ele teve (mal de) Parkinson, perdeu a força para trabalhar”, conta a caminhoneira.VARIZESNahyra deixou a estrada há 2 anos, por causa de varizes. Descendente de alemães, loira de olhos azuis, a caminhoneira diz que cansou de ouvir na estrada comentários como “lugar de mulher é na cozinha”, mas nunca deu importância.

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: