Governo admite estudo para uso do FGTS como seguro-desemprego

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que o governo discute reter parte do FGTS dos trabalhadores demitidos sem justa causa para economizar com o pagamento do seguro-desemprego.
POUPAR
Demitido sem justa causa, o trabalhador usaria o recurso do FGTS que já tem direito para se manter por alguns meses, permitindo que o governo poupe com o seguro.
ANALISADA
De acordo com Meirelles, a proposta ainda está sendo estudada pelas áreas técnicas e será analisada pela equipe econômica. Atualmente, o seguro-desemprego tem duração de 3 a 5 meses e varia entre R$ 937 e R$ 1.643, a depender do salário do trabalhador. O Brasil tem hoje mais de 14 milhões de desempregados.

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: