Governo desiste da proposta de parcelar FGTS para adiar seguro-desemprego

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, confirmou que o governo Temer desistiu de usar o dinheiro do FGTS dos trabalhadores demitidos. Sexta-feira, o ministro havia confirmado que a ideia estava em estudo em áreas técnicas. Ontem, Meirelles disse que o governo desistiu da proposta. Demitido sem justa causa, o trabalhador usaria o FGTS que já tem direito para se manter por alguns meses, permitindo que o governo economizasse com o seguro-desemprego. A medida estudada previa que o saldo do FGTS mais a multa de 40% fossem parcelados em 3 vezes, e não liberados de uma só vez na demissão, como ocorre hoje.

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: