Janot denuncia Temer ao STF por corrupção passiva. Câmara Federal pode negar autorização se o Planalto reunir 172 dos 513 votos

Pela primeira vez na história, o procurador-geral da República encaminhou ao STF – nesta noite – denúncia contra um presidente da República. Michel Temer e o ex-deputado federal e ex-assessor Rodrigo Rocha Loures foram denunciados por corrupção passiva com base nas investigações das delações da JBS.

VONTADE

Trecho da denúncia de Rodrigo Janot: “Entre os meses de março a abril de 2017, com vontade livre e consciente, o presidente da República, Michel Miguel Temer Lulia, valendo-se de sua condição de chefe do Poder Executivo e liderança política nacional, recebeu para si, em unidade de desígnios e por intermédio de Rodrigo Santos da Rocha Loures, vantagem indevida de 500.000 reais ofertada por Joesley Mendonça Batista, presidente da sociedade empresária J&F Investimentos S.A., cujo pagamento foi realizado pelo executivo da J&F Ricardo Saud”.

AUTORIZAÇÃO

A denúncia encaminhado ao STF necessitará de autorização da Câmara Federal para prosseguir. Para rejeitar o pedido de Janot, o Planalto precisa de 172 votos entre os 513 deputados

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: