Último minuto de 2016 vai ter "segundo extra" para adequar a desacelaração da Terra

Cronometristas dizem que o último minuto de 2016 vai durar um “segundo extra” para compensar o tempo perdido com a desaceleração da Terra. Países que usam o Tempo Universal Coordenado somarão o segundo intercalar durante a contagem regressiva de meia-noite para 2017 – fazendo com que o minuto final do ano tenha 61 segundos de duração.

IRREGULAR

Para outros países, o tempo será determinado pelo fuso horário em que vivem, em relação ao Tempo Universal Coordenado. “Este segundo extra, ou segundo intercalar, torna possível alinhar o tempo astronômico, que é irregular e determinado pela rotação da Terra, com o Tempo Universal Coordenado, que é extremamente estável e é determinado por relógios atômicos desde 1967”, afirmou o Observatório de Paris em comunicado.

GRAVITACIONAIS

O ajuste é necessário porque a rotação da Terra não é regular – às vezes acelera, às vezes desacelera, embora esteja diminuindo gradualmente no geral. Isto é causado por fatores que incluem as forças gravitacionais da Lua sobre a Terra, que dão origem às marés oceânicas.

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: