Mesmo com redução da Selic (agora a 13%), Brasil segue com a maior taxa de juros reais do mundo, na frente da Rússia

Mesmo com a decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central de reduzir a taxa básica de juros (Selic) de 13,75% para 13%, o Brasil se mantém no 1º lugar do ranking mundial de juros reais. São 7,93% ao ano, quase o dobro dos 4,76% na Rússia, a 2ª maior taxa entre 40 países.

DESCONTO

Os dados foram compilados pela Infinity. O cálculo desconta da taxa básica vigente a projeção de inflação nos próximos 12 meses. O último corte nessa proporção realizado pelo Banco Central ocorreu em abril de 2012, quando a Selic passou de 9,75% para 9%.

RETOMADA

Nas duas últimas reuniões, em outubro e novembro de 2016, o Banco Central optou por reduzir os juros em 0,25 ponto. Para economistas, a decisão do Copom pode incentivar a retomada do crescimento, mas eles ressaltam que as reformas são essenciais à recuperação da confiança na economia.

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: