Ministro da Fazenda volta atrás e descarta subir impostos para compensar diesel mais barato

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou hoje que o governo não considera mais a possibilidade de aumento de tributos para compensar a redução da Cide e do PIS-Cofins sobre o diesel. Ontem, em entrevista coletiva, Guardia disse que o governo poderia elevar outros tributos.
REDUÇÃO
Agora, de acordo com o ministro, esta compensação virá da redução de incentivos fiscais – desoneração que o governo ou o Congresso, por exemplo, propõem a alguns setores, normalmente para incentivar a produção e geração de empregos.
“IRRESPONSÁVEL”
Mais cedo nesta terça, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que o Congresso não iria aprovar aumento de tributos para compensar a redução no preço do diesel e chamou de “irresponsável” a declaração anterior do ministro da Fazenda.
“INCOMPREENSÃO”
Em audiência no Senado, o ministro da Fazenda declarou que houve uma “incompreensão na comunicação” feita por ele ontem e que ele aproveitava a oportunidade “para deixar absolutamente claro” que o governo não proporá aumentos de tributos.

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: