Pelo menos 8 Estados dão privilégio para a aposentadoria de políticos, destaca manchete paulista

“Pelo menos 8 Estados dão privilégio para a aposentadoria de políticos”. Com este título, o jornal “O Estado de São Paulo” destaca hoje que a reforma da Previdência pode não alcançar deputados da ativa e aposentados de Minas e outros 7 estados, caso sejam mantidos os atuais regimes especiais de aposentadoria nas Assembleias.

De forma geral, esses parlamentares ainda podem se aposentar com o último salário na função, atualmente de R$ 25.322,25″ – o teto do benefício pago pelo INSS é de R$ 5.531,31.

De acordo com o jornal, “a proposta do governo do presidente Michel Temer, se aprovada apesar da crise política, não tem alcance para promover alterações nesses institutos, o que deixa os parlamentares vinculados a esses regimes em situação mais vantajosa do que os demais brasileiros”.

O jornal afirma que, “deputados estaduais de Rio Grande do Sul , Ceará e Sergipe ainda contam com regras específicas de Previdência; Pará, Bahia, Mato Grosso, Minas Gerais e Rio de Janeiro estão extinguindo institutos de Previdência e, sem transição, permanecem as regras atuais, mais generosas”.

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: