Secretário de Juventude pede demissão após declaração polêmica sobre chacinas em presídios

O secretário nacional de Juventude, Bruno Júlio, pediu demissão após dar declaração polêmica sobre as chacinas nos presídios de Roraima e do Amazonas. O pedido foi aceito pelo presidente Michel Temer.
POLÊMICA
Bruno Júlio, que é filiado ao PMDB e havia sido nomeado para a secretaria em junho, afirmou que tinham que ter matado mais presos e que deveria haver uma chacina por semana. O secretário reafirmou a declaração em sua página pessoal no Facebook, antes de pedir demissão.
COXINHA
“Eu sou meio coxinha sobre isso. Sou filho de polícia, não é? Sou meio coxinha. Tinha era que matar mais. Tinha que fazer uma chacina por semana”, disse o secretário. Diante da repercussão em torno da declaração, o secretário divulgou nota no perfil dele no Facebook, na qual disse ter falado “como cidadão, em caráter pessoal”.

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: