Tribunal de Justiça permite que deputado Cabo Júlio, condenado por corrupção e fraude, volte a trabalhar na Assembleia de Minas

O Tribunal de Justiça de Minas decidiu permitir que o deputado estadual Cabo Júlio, preso por envolvimento em esquema de desvio de dinheiro público na área da saúde, volte à Assembleia de Minas para trabalhar.
PENA
O deputado cumpre pena desde 8 de junho em batalhão do Corpo de Bombeiros, na Pampulha, em Belo Horizonte. Cabo Júlio é militar da reserva da corporação.
SANGUESSUGA
O deputado teve a prisão determinada pela Justiça Federal em processo referente à Operação Sanguessuga, que, em 2006, apurou esquema de desvio de dinheiro público na compra de ambulâncias superfaturadas.
CORRUPÇÃO
Cabo Júlio foi condenado por corrupção passiva e fraude em licitação. O deputado foi autorizado a deixar o batalhão entre 8 e 18 horas nos dias de funcionamento da Assembleia.

Postado originalmente por: 93 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: