Abalos sísmicos ocorridos em Muriaé não tem ligação com barragens, afirma Defesa Civil

O coordenador da Defesa Civil Leandro Cunha e o Comandante do Corpo de Bombeiros de Muriaé, Dornelas divulgaram um vídeo nas redes sociais para trazer mais notícias referentes aos abalos sísmicos que ocorreram em Muriaé na última sexta-feira (21) e na noite desta segunda-feira (24).

Segundo Leandro, a Defesa Civil está em contato direto com geógrafos da Universidade de São Paulo (USP) e Universidade de Brasília (UNB).

Os geógrafos afirmaram que o motivo destes tremores foram devido a um processo de acomodação de solo, algo normal depois de um abalo mais forte como ocorreu na última sexta-feira, em que foi registrado em 2,4 graus na escala Richter. O abalo de segunda-feira foi inferior e chegou a 1,9 graus.

Leandro também disse que fez contato com a Defesa Civil Estadual e solicitou a presença de técnicos em Muriaé para acompanhar de perto o fenômeno ocorrido na cidade.

Fake News

O coordenador alertou também sobre as “fake news” que circularam nos últimos dias através das redes sociais e grupos de aplicativos. Leandro enfatizou que os tremores não têm nenhuma ligação com barragens e nem com destruição de rochas.

O Tenente Dornelas enfatizou que não foi registrado nenhum dano material durante os tremores e recomendou que, por precaução, caso os abalos voltem a ocorrer, a orientação é que os moradores deixem seus imóveis e vão para um local aberto.

 

 

Fonte : Ascom Prefeitura de Muriaé

Postado originalmente por: Rádio Muriaé

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: