28 Congresso
Muriaé e Região

Além Paraíba: jovem acusado de tentar estuprar e matar mulher é espancado por populares

Por: Rádio Muriaé 28/03/2018 12:48

O homem foi levado pela PM ao hospital sob xingamentos e gritos de “assassino”

Além Paraíba: jovem acusado de tentar estuprar e matar mulher é espancado por populares
Após ser agredido por populares o rapaz foi preso pela PM (Fotos: reprodução/Blog do Adenilson Mendes)

O crime aconteceu na madrugada desta terça (27) e o rapaz foi preso no fim da tarde

Um homem suspeito de tentar estuprar e esfaquear uma jovem de 23 anos, atacada dentro de sua casa, na cidade de Além Paraíba – a cerca de 100 km de Muriaé, na divisa com o Rio de Janeiro -, foi preso pela Polícia Militar (PM) após ser espancado por populares. O crime, que chocou a cidade, aconteceu durante a madrugada desta terça-feira (27) e o rapaz foi detido no fim da tarde. Em vídeo gravado na delegacia, que está circulando nas redes sociais, o jovem admite ter esfaqueado a vítima, mas nega o abuso sexual.

A mulher foi ferida com pelo menos cinco facadas no tronco e segundo o site do repórter Adenilson Mendes, de Além Paraíba, foi socorrida por parentes e populares e levada ao Hospital São Salvador, onde segue internada em estado estável.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência registrado pela PM, familiares da mulher ferida relataram aos militares que o acusado está morando com a tia, que é vizinha da vítima, relatando também que o rapaz invadiu a residência após o noivo da jovem atacada deixar o imóvel.

Conforme o registro, a polícia foi informada de que após o crime o rapaz fugiu para o mato e, já no fim da tarde, por volta das 17h, ligações via 190 deram conta de que o mesmo estava em outro bairro da cidade, sendo perseguidor por populares.

Os militares relatam que foram para o bairro indicado e que ao chegar encontraram com o suspeito caído no chão, com diversos ferimentos. Os agressores não estavam no local e o homem detido foi levado ao hospital.

Vídeos

Um vídeo feito com um telefone celular mostra o momento em que os militares chegam com o suspeito ao hospital e o mesmo entra na unidade da saúde sob xingamentos e gritos de “assassino” proferidos por pessoas que aguardavam na porta da unidade. Na filmagem é possível ouvir ao menos uma mulher dizendo que queria agredir o detido, mas os militares não permitiram qualquer contato físico entre os populares e o jovem.

Após o atendimento médico, o homem foi conduzido para a delegacia da cidade para e apresentado à Polícia Civil (PC). Em outro vídeo, já na DP, ao ser perguntado sobre a motivação do crime, o jovem afirma que atacou a mulher por estar drogado e que a esfaqueou porque a mesma começou a gritar. Na filmagem, ele se diz arrependido e afirma não ter abusado sexualmente da vítima e que não ficou de “tocaia”.

Ainda segundo o site de Adenilson Mendes, o rapaz prestou depoimento, confessou ter furtado o celular da vítima e teve o flagrante ratificado, enquadrado nos delitos de tentativa de homicídio, lesão corporal e roubo, permanecendo preso, à disposição das autoridades.

Quanto a suspeita de estupro, a jovem atacada ainda será ouvida e a polícia deverá analisar laudos de exames médicos.

 

Texto: Rádio Muriaé – reprodução na íntegra ou parcial permitida somente mediante crédito.

 

Fonte : Radio Muriaé /

Postado originalmente por: Rádio Muriaé

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: