Deputados de Muriaé votam a favor do arquivamento do processo contra Temer

Deputados de Muriaé votam a favor do arquivamento do processo contra Temer
Deputado Misael Varella (DEM) se justificou em uma rede social (Fotos: reprodução TV Câmara/TV Globo )

Até o momento, deputado federal Renzo Braz (PP) não se manifestou após a votação

Os deputados federais de Muriaé Misael Varella (DEM) e Renzo Braz (PP) votaram a favor do relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de autoria do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomendava a rejeição da denúncia da Procuradoria Geral da República por crime de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer.

Ao todo 492 deputados votaram, sendo 263 a favor do relatório, 227 contra e duas abstenções. Houve 19 ausências.

Em uma rede social, o deputado federal Misael Varella prestou esclarecimentos sobre seu voto (veja o texto no final da matéria).

Já o deputado Renzo Braz, até o momento, não se manifestou. O Departamento de Jornalismo da Rádio Muriaé entrou em contato com a assessoria do parlamentar e aguarda retorno.

Veja abaixo, na íntegra, os motivos que levaram o deputado Misael Varella a votar pelo arquivamento do processo contra o presidente Michel Temer:

“Diante da repercussão sobre a votação da abertura de inquérito contra o Presidente Michel Temer, mantenho a postura de prestar esclarecimentos sobre meus votos após defini-los em Plenário, onde minha opinião possui valor prático.

Por isso, a partir da conclusão do caso, seguem os meus esclarecimentos sobre o assunto:

– Sou amplamente favorável às investigações e apurações minuciosas neste e em quaisquer casos de suspeitas de corrupção. Porém, é preciso ressaltar minha reprovação à conduta do MPF e da justiça perante os delatores da JBS, que durante 14 anos nos governos anteriores atuaram como agentes de um esquema bilionário de corrupção e a partir desta delação, foram beneficiados com a liberdade sem qualquer tipo sequer de punição. Esta atitude não condiz com condutas aplicadas em outros casos;

– O momento atual não condiz com uma nova ruptura institucional, que só traria prejuízos ao país. Há cerca de um ano do próximo período eleitoral e com indicadores que sinalizam uma melhora econômica, acatarei qualquer decisão judicial sobre as investigações, porém o término do mandato do atual presidente acarretará turbulências ainda maiores, principalmente para a população.

No ano passado, chegamos ao fundo do poço com a pior crise pela qual já passamos e que extrapolou os limites econômicos e políticos. A retomada desta turbulência em nada agregaria à população, que ainda sofre com os altos índices de desemprego e perda do poder aquisitivo. Período que estamos superando aos poucos, com a queda da inflação, a criação (mesmo que ainda tímida) de novos postos de trabalho e a queda da taxa básica de juros;

– Por fim, mantenho a minha posição de que todo político merece ser submetido ao mesmo rigor da lei, seja qual for o partido ao qual ele pertença. Inclusive, a justiça possui mecanismos e liberdade para investigar a fundo as provas apresentadas pelos delatores ou quaisquer outras denúncias que venham surgir após os fatos já ocorridos, que serão plenamente acatadas.

Como sabem, não possuo meu nome atrelado a casos de corrupção e, portanto, não cumpro determinações em troca de favores. Mantenho assim, com muito orgulho, um legado intacto iniciado pelo meu pai Lael Varella,que foi deputado federal por 28 anos em 7 mandatos consecutivos, especialmente na área da saúde, e por este mesmo motivo conservo minha consciência tranquila por não possuir quaisquer situações que me impeçam de expressar minha sincera opinião, sempre respeitando todo posicionamento que seja contrário ao meu.

Reafirmo que ainda desejo o mesmo rigor em investigações e punições, porém acredito que neste momento o povo brasileiro seria o grande derrotado em todos os aspectos e já no ano que vem todos eleitores terão novamente a oportunidade de escolher seu Presidente e seus representantes no Congresso Nacional.”

Texto: Rádio Muriaé – reprodução na íntegra ou parcial do conteúdo (texto e imagem) permitida somente mediante crédito.

Fonte : Rádio Muriaé

Postado originalmente por: Rádio Muriaé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: