Anuncie
Muriaé e Região

Dezenas de moradores são retirados de prédios com risco de desabamento no bairro União

Por: Rádio Muriaé 03/09/2017 8:48

Profissionais do Demsur retiraram água de buraco próximo aos imóveis e vazamento foi contido

Dezenas de moradores são retirados de prédios com risco de desabamento no bairro União
Defesa Civil Municipal e Bombeiros estiveram no local e avaliaram estrutura dos imóveis

Ao todo, 24 pessoas de 7 famílias foram retiradas dos dois prédios

Segundo moradores, rachaduras começaram a aparecer de madrugada e outras aumentaram

Defesa Civil e Bombeiros conversaram com os moradores

Profissionais do Demsur drenaram a água e o vazamento foi contido

Por precaução, energia elétrica do local foi cortada

Rua Narcísio Dias Rabelo ficará parcialmente interditada

Pelo menos 24 pessoas tiveram que deixar suas residências na tarde deste sábado (2) em por causa do aparecimento de rachaduras em dois prédios na rua Narcísio Dias Rabelo, no bairro União. Outros dois imóveis vizinhos também foram evacuados por questões de segurança.

Segundo sargento Quiorato, do Corpo de Bombeiros, os moradores relataram que as rachaduras começaram a aparecer na madrugada de ontem (2) e durante o dia outras surgiram. Um buraco se abriu na garagem e uma caminhonete afundou.

O militar destacou que foi feita uma vistoria nos dois prédios e foram constatadas rachaduras em todos os pavimentos.

Os imóveis foram interditados e as 24 pessoas, de sete famílias, tiveram que sair dos apartamentos e foram relocadas nas casas de familiares e amigos. Moradores de dois imóveis laterais aos prédios em risco, também tiveram que sair por questões de segurança.   

Uma equipe da Defesa Civil municipal também esteve no local avaliando os riscos e tomando providências.

Em entrevista a Rádio Muriaé o engenheiro do órgão, Leandro de Oliveira Almeida, disse que houve um encharcamento do solo e uma grande erosão na parte inferior da construção. A água foi drenada e o vazamento estancado. 

O profissional disse que o próximo passo é aguardar o solo voltar ao seu estado natural para ver até que ponto a estrutura vai suportar. A partir de então será tomada a decisão de condenar, ou não, os imóveis.

“As próximas 48 horas são fundamentais para essa decisão,” disse o engenheiro da Defesa Civil.

A Polícia Militar (PM) acompanhou as vistorias e enquanto isso a rua Narcísio Dias Rabelo está parcialmente fechada e trânsito de veículos pesados está proibido. A calçada do imóvel também está interditada para passagem de pedestres.

Profissionais do Demsur também estiveram no local e conseguiram conter o vazamento próximo aos imóveis interditados. Em seguida o órgão divulgou uma nota explicando todos os procedimentos que serão tomadas pela autarquia.

Confira abaixo a nota divulgada pelo Demsur:

“Imediatamente, enviamos uma equipe do DAE – Departamento de Águas e Esgotos para conter o vazamento, encontrado próximo à entrada do prédio.

Ressaltamos que não há comprovação que a causa da aparição das rachaduras seja o vazamento encontrado no local. Nos próximos dias, a defesa civil fará uma perícia para descobrir o real motivo da ocorrência. Os trabalhos serão acompanhados pelo Diretor de Águas e Esgotos, Gustavo Goretti.

Entretanto, o Demsur se coloca à disposição para ajudar a resolver essa questão o mais rápido possível.

Toda nossa equipe técnica, jurídica e de engenheiros está de prontidão para tomar as medidas cabíveis.

Assessoria de Comunicação”

Fonte : Rádio Muriaé

Postado originalmente por: Rádio Muriaé

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: