Divino: homem suspeito de matar a esposa se apresenta à PC, confessa e é preso

Divino: homem suspeito de matar a esposa se apresenta à PC, confessa e é preso
Corpo de Patrícia Cássia de Freitas, 38 anos, foi encontrado por um morador do imóvel (Fotos: radioliberdade.net)

O homem de 40 anos, suspeito de assassinar a esposa, na cidade de Divino, na última terça-feira (15), e esconder o corpo, se apresentou à Polícia Civil (PC), nesta segunda (21), e foi preso. De acordo com a PC, ele confessou ter matado Patrícia Cássia de Freitas, de 38 anos, e alegou que ela o ameaçou de morte e tentou pegar uma faca para atacá-lo.

Em nota divulgada na tarde desta segunda (21), a corporação informa que o homem foi preso em cumprimento a um mandado judicial expedido á pedido do delegado titular da cidade de Tombos, Diego Candian, que atuando também na comarca de Divino, e que o mesmo será indiciado “por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e feminicíidio) e por ocultação de cadáver”.

O corpo de Patrícia foi encontrado na quinta-feira (17), em avançado estado de putrefação, enrolado em um cobertor e sacos de lixo, embaixo de uma escada nos fundos do imóvel onde o casal morava com a filha de nove anos.

Segundo o comunicado, em seu depoimento o investigado contou que vivia com a vítima há 19 anos, que Patrícia era muito nervosa, e que costumava iniciar discussões sem motivos aparentes, detalhando que moravam no Rio de Janeiro e que se mudaram para Divino em março deste ano.

Ainda conforme a nota da PC, o homem disse que no dia do crime o casal discutiu e durante a briga Patrícia o ameaçou de morte e que ele a desmaiou com um soco no pescoço quando a mulher teria tentado pegar uma faca para ataca-lo. O marido relatou que ao recobrar os sentidos, a mulher teria feito novas ameaças, ainda deitada, e que em seguida, ele a matou asfixiada, colocando um pano em sua boca.

A polícia afirma que após esconder o corpo da vítima, o suspeito dormiu em casa, com a filha, e que no dia seguinte levou a garota à casa da mãe de Patrícia e pediu avó que cuidasse da neta, pois sua esposa havia viajado para o Rio de Janeiro.

De acordo com a PC, após deixar a filha com a avó materna, o homem foi para a cidade de Manhuaçu, e nesta segunda (21), se apresentou na delegacia de Divino.

O suspeito está preso, à disposição das autoridades, e seu telefone celular do suspeito foi apreendido e será periciado, assim como o aparelho da vítima.

 

Texto: Rádio Muriaé – reprodução na íntegra ou parcial permitida somente mediante crédito.

 

Fonte : PCMG

Postado originalmente por: Rádio Muriaé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: