Temer propõe aos caminhoneiros redução de R$ 0,46 no litro do diesel por dois meses

Temer propõe aos caminhoneiros redução de R$ 0,46 no litro do diesel por dois meses
Foto : Antonio Cruz/Agencia Brasil

 

Em pronunciamento na noite deste domingo, o presidente Michel Temer cedeu aos pedidos dos caminhoneiros e anunciou cinco pontos para atender às reivindicações da categoria, que protesta há uma semana contra os impostos cobrados nos combustíveis. Dentre as propostas está a redução de R$ 0,46 no preço do diesel – valor próximo do pedido que citava valores entre R$ 0,40 e R$ 0,60. De acordo com Temer, a queda corresponde aos valores do PIS/Confins e Cide somados.

O corte no preço do diesel valerá por 60 dias. Após o período, os ajustes serão mensais e não mais diários como ocorria até o início do protesto.

Além disso, Temer também anunciou que serão editadas medidas provisórias para a criação da tabela mínima de frete e para a isenção de pedágio em caminhões com eixos suspensos, ou seja, que estejam vazios, nas rodovias federais, estaduais e municipais.

Ainda de acordo com Temer, os caminhoneiros autônomos terão garantia de 30% dos fretes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

“Essa redução corresponde aos valores do PIS/Cofins e da Cide somados. Para somar esses 46 centavos, o governo está assumindo sacrifícios no Orçamento”, disse o presidente Temer em pronunciamento no Palácio do Planalto.

Além do custo de redução dos impostos, o governo também arcará com eventuais prejuízos da Petrobras. “Obviamente, vamos honrar sem nenhum prejuízo para a Petrobras. A Petrobras recuperou-se nos últimos dois anos e não é possível criar dificuldade operacional ou de recursos”, disse Temer.

“Os efeitos dessa paralisação na vida de cada cidadão me dispensam de citar a importância da missão nobre de cada trabalhador no setor de cargas. Durante toda esta semana, o governo sempre esteve aberto ao diálogo e assinamos acordo logo no início. Confirmo a validade de tudo que foi acertado”, completou o presidente.

Com os anúncios, a expectativa do Palácio do Planalto é que a paralisação dos caminhoneiros, que já dura uma semana, chegue ao fim.

Confira as medidas prometidas pelo governo após negociação com caminhoneiros:

– Redução de R$ 0,46 no litro do diesel

– Preço será mantido por 60 dias. Depois, ajustes serão mensais

– Medida provisória será editada para isenção de pedágio em caminhões com eixos suspensos (que estejam vazios) nas rodovias federais, estaduais e municipais

– Caminhoneiros autônomos terão garantia de 30% dos fretes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)

– Medida Provisória estabelecerá tabela mínima de frete, em análise no Senado Federal

Fonte : Rádio Itatiaia

Postado originalmente por: Rádio Muriaé

2 comentários em “Temer propõe aos caminhoneiros redução de R$ 0,46 no litro do diesel por dois meses

  • Avatar
    16 julho , 2019 em 04:16
    Permalink

    There are certainly a variety of details like that to take into consideration. That may be a great point to convey up. I offer the ideas above as common inspiration however clearly there are questions just like the one you deliver up the place an important factor shall be working in honest good faith. I don?t know if finest practices have emerged around issues like that, but I’m certain that your job is clearly identified as a fair game. Both girls and boys really feel the impression of just a moment’s pleasure, for the remainder of their lives.

  • Avatar
    29 junho , 2019 em 01:27
    Permalink

    It’s perfect time to make a few plans for the future and it is time to be happy. I have learn this submit and if I may just I desire to recommend you few fascinating things or suggestions. Maybe you can write subsequent articles relating to this article. I desire to read more things about it!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: